AveSui
20/03/2012 14:02 - Atualizado em 20/04/2016 14:43
Comentário Avícola

A qualidade da água de bebida para as codornas - Parte II - por Roberto Bordin

Qual é o melhor método para a limpeza da linha?

A higienização é recomendada após a avaliação geral da qualidade da água e das superfícies internas das tubulações. Um fator importante é analisar contaminações passadas ou mesmo a última limpeza da linha de fornecimento, incluindo as caixas d’água. Determinar a freqüência de limpeza desta linha pode ser importante na melhoria na qualidade sanitária da água. Os reservatórios de água devem ser higienizados após a saída de cada lote ou mesmo em um intervalo de 3 meses; não esquecendo que as caixas de fornecimento têm um período de vazio sanitário de 5 dias após a limpeza. Ajustar a concentração de cloro usado no processo de cloração da água fornecida aos animais, este processo facilita a limpeza da linha no futuro e ajuda a reduzir a carga patogênica da água para as codornas. Produtos a base de peróxidos de hidrogênio são excelentes escolhas. Antes de qualquer uso verificar com o fabricante as condições adequadas e em quais tipos de equipamentos podem ser usados esta substância. A diluição prévia em um recipiente utilizando a concentração de 3% do produto é mais eficiente do que usar dosadores. Produtos com pH menor que 4 podem danificar os equipamentos. A correta análise, rápida, da carga microbiana antes e depois da higienização pode ajudar nas tomadas de decisões sobre contaminação da água e dos equipamentos de fornecimento.
Contagem de Bactérias Aeróbicas (UFC/ml)
Produto /

A limpeza foi efetiva?

Analisar e limpar o sistema inteiro de fornecimento de água é condição básica para o sucesso desta operação. Os “nipples”, mangueiras, tubos de fornecimento, caixas d’água, dosadores e outros elementos relacionados ao fornecimento de água devem passar pela avaliação e higienização antes e depois dos procedimentos recomendados. Nenhum processo é “milagroso” o que temos é uma rotina que torna a eficiência da higienização mais freqüente. Em algumas linhas de fornecimento a intensidade da higienização e avaliação, no começo, pode ser mais freqüente, pois a carga de biofilme ou crostas podem dificultar a redução da contaminação microbiana.

Resumindo:

Muitas são as evidências que comprovam que a melhoria da qualidade total da água é um fator que pode ajudar a maximizar desempenhos nas codornas e outras aves. Uma análise microbiológica periódica, cloração freqüente da água de bebida das aves, bem como um plano sanitário de higienização do sistema de fornecimento de água são passos importantes para melhoria do ambiente produtivo das codornas.

Prof. Dr. Roberto de Andrade Bordin – DMV – FATEC, Faculdade de Tecnologia – Mogi das Cruzes
Elias de Assis Gois – Engenheiro Agrônomo – Medicina Veterinária Unipinhal.
roberto.bordin@fatec.sp.gov.br

Publicação Exclusiva: Avicultura Industrial
Deixe seu Recado
Cadastre-se e receba em seu e-mail as últimas notícias do setor gratuitamente.
Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
E-mail cadastrado com sucesso!!! Você receberá nossos próximos boletins diários.
Acesse www.aviculturaindustrial.com.br/assine e faça a assinatura da revista impressa Avicultura Industrial