11/07/2012 08h38 - Atualizado em 20/04/2016 02h43
Economia

Argentina vai à OMC contra restrições de EUA e Japão

A Argentina apresentou uma queixa na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra os Estados Unidos e o Japão por restrições impostas pelos dois países  às importações de carnes e limões, comunicou hoje o Ministério das Relações Exteriores do país.

"As restrições injustificadas dos Estados Unidos e do Japão somam-se às práticas protecionistas tradicionais, como os subsídios agrícolas, que mantêm um sistema desigual de comércio multilateral e mostram mais uma vez a diferença de tratamento entre países desenvolvidos e em desenvolvimento, em termos de comércio internacional", disse o ministério, em comunicado.

No documento, a Argentina manifestou que enfrenta problemas com os anos de atraso para a liberação das importações pelos EUA de carne in natura, refrigerada e congelada, vindas de regiões específicas que estão livres de febre aftosa, com ou sem vacinação. O país também protesta contra o atraso na reabertura do mercado americano aos limões nacionais, após sete anos de negociações.

A Argentina pede ainda a reabertura do mercado do Japão à carne argentina e o reconhecimento da Patagônia como zona livre de aftosa sem vacinação, cujas negociações começaram em 2005. Em maio, a União Europeia arquivou uma reclamação contra as restrições às importações da Argentina, potencializando o conflito comercial desencadeada pela apreensão de ativos petrolíferos espanhóis no país.

Valor Econômico
Deixe seu Recado
Cadastre-se e receba em seu e-mail as últimas notícias do setor gratuitamente.
Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
E-mail cadastrado com sucesso!!! Você receberá nossos próximos boletins diários.