AveSui
21/03/2012 17:41 - Atualizado em 20/04/2016 14:43
Peru

Produção de peru ganhará espaço na avicultura brasileira

O peru está cada vez mais presente na mesa do brasileiro. O Brasil tem ocupado um lugar de destaque entre os principais países exportadores dessa carne: ostenta os títulos de terceiro produtor mundial e segundo maior exportador.
Em 2011, as exportações totalizaram 141,2 mil toneladas, com uma redução de 10,5%, na comparação com o ano anterior. Já a receita cambial teve aumento de 4,7%, chegando a US$ 444,6 milhões. O preço médio das exportações de carne de peru foi de US$ 3.149 a tonelada em 2011, o que significa crescimento de 17% sobre 2010. O maior volume de embarques foi de industrializados (71.869 toneladas), enquanto o principal mercado comprador foi a União Europeia, com 74.737 toneladas.
Peru é o nome comum dado às aves galiformes do gênero Meleagris. O peru-domesticado descende da espécie Meleagris gallopavo. Originário da América do Norte foi levado para a Europa em 1511. O peru selvagem foi domesticado pela primeira vez no México há mais de mil anos. O peru é, tradicionalmente, o prato principal da Ceia de Natal tanto na Europa como na América. É usado na Europa desde o século XVI para isso e somente depois foi introduzido na América como prato festivo. Ele é apreciado por ser especialmente tenro e saboroso.

Nesta entrevista, o presidente da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV), Clever Pirola Ávila, analisa o mercado da carne do peru.

O mercado de peru no Brasil ainda é uma possibilidade ou já é uma realidade?
Clever Pirola Ávila –
Estamos ainda numa fase de consolidações e certamente há espaço para que esta proteína animal cresça em quantidade e preços. Em 2011, como todos os segmentos exportadores do Brasil, fomos altamente prejudicados com a relação cambial US$ x R$ e com a perda da competitividade em função dos altos custos de matérias-primas. Ainda há espaço para que o Brasil melhore sua posição produtiva.

Essa proteína tem lugar assegurado na mesa do consumidor do futuro?
Ávila –
Acreditamos que esta proteína animal continuará a crescer por ser uma excelente matéria-prima para a industrialização e ainda carregar o valor da saudabilidade reconhecido pelos consumidores mundiais.

Quais são as características do mercado?
Ávila –
Ainda somos grandes fornecedores de matérias-primas para industrialização na Europa principalmente. À medida que nossas empresas tornam-se grandes multinacionais e vão disseminando suas marcas mundo afora, haverá a exportação de produtos industrializados de forma mais efetiva.

Acav
Deixe seu Recado
Cadastre-se e receba em seu e-mail as últimas notícias do setor gratuitamente.
Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
E-mail cadastrado com sucesso!!! Você receberá nossos próximos boletins diários.
Acesse www.aviculturaindustrial.com.br/assine e faça a assinatura da revista impressa Avicultura Industrial