Revista Digital
Edições digitais de
Avicultura Industrial
Deste a edição 1200, a revista mais completa destinada à avicultura do setor apresenta sua versão digital.

Informações completas do setor avícola que podem ser visualizadas através de celulares, smartphones, tablets e computadores em qualquer parte do mundo.
E-mail:
Senha:
Esqueci minha senha

Notícias

Tamanho da FonteDiminuir FonteAumentar Fonte
 

Espírito Santo eleva status sanitário avícola e lança Cartão do Produtor

Sexta-feira, 22 de Junho de 2012, 11:52:16Sanidade

Nesta quinta-feira (21), o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Henrique Figueiredo Marques, anunciou a elevação do status sanitário avícola do Espírito Santo, que passou de “D” para “C”. Na ocasião, foi lançado o Programa de Integração Digital do Idaf, e, em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes), foi apresentado o “Cartão do Produtor”.

O anúncio foi feito durante cerimônia realizada pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), no Parque de Exposições de Carapina, na Serra, que contou com a participação do governador Renato Casagrande, do secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Enio Bergoli, da diretora-presidente do Idaf, Lenise Meneses Loureiro, entre outras autoridades.

Guilherme Marques elogiou o trabalho que vem sendo realizado pelo Idaf nesse segmento. “Quem ganha com tudo isso é a sociedade. O Estado tem condições de ser o melhor nesse segmento e está caminhando para isso”, parabenizou.

O governador Renato Casagrande frisou a atuação do Instituto para a elevação do status sanitário da produção, que é fruto dos investimentos realizados pelo Governo do Estado. "Os agricultores e empresários do setor precisam de um órgão forte, como o Idaf, para dar segurança no controle e na inspeção. Nosso objetivo é oferecer condições para as pessoas permanecerem no campo e a única forma é investindo na terra para os produtores gerarem renda".

O secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, destacou a importância da inovação apresentada e da parceria com os produtores. "O lançamento desse programa é fruto do planejamento do governo sendo realizado na prática. A parceria com o setor produtivo visa dar agilidade e descentralizar a emissão da Guia de Trânsito Animal e, dessa forma, estamos cuidando da defesa sanitária dos animais para cuidar da saúde financeira do produtor que vai poder ofertar produtos de qualidade."

Segundo a diretora-presidente do Idaf, Lenise Menezes Loureiro, o Instituto teve a oportunidade de ampliar a quantidade de médicos veterinários envolvidos no trabalho de defesa sanitária animal e, consequentemente, capilarizar as ações desenvolvidas nessa área. “Percebe-se, ainda, uma ampliação e intensificação em capacitações, além de investimentos em estruturas físicas, equipamentos, materiais, entre outros. Essas reformulações permitem que haja melhor controle do plantel, além de redução dos riscos de introdução e disseminação de doenças no Estado”, disse.

Cartão do Produtor

Durante o evento também foi lançado o Programa de Integração Digital do Idaf, quando foi apresentado, em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes), o “Cartão do Produtor”. O documento possibilita a emissão descentralizada da Guia de Trânsito Animal (GTA) online por meio de máquinas portáteis, disponibilizadas, inicialmente, em sindicatos rurais dos municípios de Guaçuí, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Afonso Cláudio, Anchieta, Baixo Guandu e Nova Venécia.

Segundo o chefe do Departamento de Defesa Sanitária e Inspeção Animal do Idaf, Fabiano Fiuza Rangel, esse é um importante avanço no trabalho de defesa sanitária animal do Estado. “Neste momento, o cartão será disponibilizado para 49 produtores, mas posteriormente será estendido a todos aqueles que tenham interesse em adquirir a máquina. Nosso objetivo, juntamente com a Federação, é proporcionar mais praticidade e agilidade aos produtores rurais, que terão mais uma opção para emitir o documento, que é obrigatório para o trânsito de animais”, diz.

O presidente da Faes, Júlio Rocha, agradeceu os investimentos realizados na agricultura do Espírito Santo. “Nossa unidade federativa tem sido referência para todo o País, destacando-se como um Estado que produz um alimento com segurança”, comentou.

Fonte:  Governo do ES
Voltar 
Comentários