Revista Digital
Edições digitais de
Avicultura Industrial
Deste a edição 1200, a revista mais completa destinada à avicultura do setor apresenta sua versão digital.

Informações completas do setor avícola que podem ser visualizadas através de celulares, smartphones, tablets e computadores em qualquer parte do mundo.
E-mail:
Senha:
Esqueci minha senha

Notícias

Tamanho da FonteDiminuir FonteAumentar Fonte
 

Itabom em Sergipe

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011, 12:18:53Agroindústrias, Economia

Uma das empresas mais conceituadas na avicultura nacional estuda a possibilidade de implantar uma filial em Sergipe. O frigorífico Itabom foi fundado em 1986, em Itapuí, interior de São Paulo, e hoje gera mais de 1.700 empregos na região. A Secretaria de Estado do Desenvol-vimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) está viabilizando o projeto de implanta-ção da empresa em Sergipe e, nesta segunda-feira (10), recebeu o proprietário da Itabom, Pedro Polli. O encontro, que aconteceu na sala de reunião da Sedetec, reuniu além do secretário Zeca da Silva, o diretor-presidente da Codise, Décio Portella, o secretário de Estado do Meio Ambien-te e presidente da Adema, Genival Nunes, o presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, o superintendente do Banco do Nordeste em Sergipe, Antônio César Santana, e demais autorida-des e representantes de órgãos do Estado.
“Eu fui pessoalmente conhecer o frigorífico Itabom lá em São Paulo e fiquei encantado com o que vi. É um grupo paulista sólido, grande e que emprega milhares de pessoas, direta e indire-tamente. Fiz o convite para que Pedro Polli pudesse conhecer Sergipe e ele se mostrou entusi-asmado, pois me disse do seu interesse de expandir a empresa para o Nordeste. Vamos traba-lhar com a ideia de viabilizar sua instalação na Zona de Processamento de Exportações de Ser-gipe (ZPE), já que o foco dele é exportação”, explicou o secretário Zeca da Silva.
Atualmente, as unidades Itabom abatem 18.000 aves por hora, com o total controle de qualida-de, aprovados e inspecionados pelo SIF (Serviço de Inspeção Federal). Além disso, a empresa tornou-se referência para todo o setor, conseguindo atingir o mais alto Índice de Eficiência de Produção (IEP).
Segundo Pedro Polli, a possível escolha do Estado de Sergipe para implantar a sua empresa se deve, dentre outros fatores, aos bons incentivos que o governo oferece para as indústrias. “Anti-gamente o pessoal dizia que o Sul e o Sudeste eram os melhores lugares para criar frango, hoje eu digo que o Nordeste é muito melhor. Isso porque lá tem as quatro estações do ano e aqui o clima é mais estável. Então, ao invés de ampliar o nosso frigorífico lá em São Paulo, que já tem carência de mão de obra, é melhor instalar outro. Aqui é o lugar ideal, pois encontramos o apoio que vem colaborar para a viabilização desse empreendimento”.
A notícia foi muito bem recebida por todos os presentes na reunião. O superintendente do Banco do Nordeste, assim como o presidente do Banese, ficaram entusiasmados e garantiram apoio financeiro. “Vamos sentar para analisar as possibilidades”, asseguraram Antônio César e Sau-míneo Nascimento. O secretário da Sedetec pediu para que todos viabilizassem no que lhes compete. “Esse é um projeto grandioso que trará um impacto enorme para o nosso Estado. Va-mos nos esforçar para alcançar essa conquista”, ressaltou Zeca.
O empresário agradeceu a recepção e disse estar bastante empolgado e confiante. “Essa minha vinda ao Estado me animou muito. Vejo que é preciso que a gente ande o mais rápido possível. A nossa intenção é gerar o máximo de contribuição para o Estado. Então, se tudo ocorrer bem, vamos dar início a execução do projeto no início do ano que vem”, finalizou Pedro Polli.

Fonte:  Sedetec
Voltar 
Comentários
Nemuel Goes SantosOlá pessoal achei esta uma ótima ideia para Sergipe com essa empresa Itabom com uma filial lá sera ótimo para todo o estado de Sergipe. falo isso pq sei que a Itabom é uma empresa muito importante aqui em Itapuí.
Como sou de Sergipe, e moro em Itapuí seria ótimo que eu pudesse ser transferido para trabalhar ai na filial. Falo isso porque sou funcionário da Itabom, um abraço e estou torcendo para que venha dar certo essa ideia de de ITABOM em Sergipe!
26 de Outubro de 2011, às 02:55