Guia Gessulli

Pergunte ao Professor Galo Inácio!

Envie sua pergunta

Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
Pergunta enviada com sucesso !!! Obrigado por enviar sua pergunta. Em breve enviaremos uma resposta.

Perguntas e Respostas

BOM DIA. NO BRASIL JA TEVE CASO DE SALMONELLA GALINARIUN? EM RIBEIRÃO CLARO-PR (JBS) TEVE ESTE CASO O MÊS PASSADO

CARLOS ALBERTO
23 de Março de 2017 - 09:07

Olá Carlos! Sim, no Brasil já teve casos desse tipo de salmonela. Durante dez anos o pesquisador Ângelo Berchieri Junior procurou compreender os processos metabólicos das bactérias, com foco em Salmonella Gallinarum, acesse o link e conheça mais sobre http://www.aviculturaindustrial.com.br/imprensa/vacina-viva-contra-salmonelose-aviaria/20140321-113240-I360 

Por que tem pintos novos de cores azul roxo amarelo verde o que eles fazem pra nascer assim?

Geovane Barbosa silva
22 de Março de 2017 - 08:59

Geovani, esses animais são tingindo de diversas cores para serem comercializados. Para médicos veterinários,a coloração dos pintinhos pode ser prejudicial. Ainda segundo a especialista, essas aves são tingidas com tintas tóxicas, podendo levar à cegueira, intoxicação, entupimento das vias respiratórias e até a morte.

Tenho ouvido falar bastante da nutrição in ovo, que parece vir ganhando destaque no setor avícola. É uma tendência? Em que ela consiste?

João Pedro Antonino
17 de Novembro de 2016 - 14:58

Essa técnica consiste no fornecimento de nutrientes para o pinto durante o desenvolvimento embrionário, com a finalidade de aumentar o estado nutricional do embrião, além de permitir a introdução de nutrientes específicos em contato com as células do intestino, antes mesmo da eclosão, melhorando assim, a capacidade de digerir alimentos pelo neonato. Leia na íntegra  https://www.magtab.com/reader/avicultura-industrial/16073#page/70

Tenho uma chocadeira de 30 ovos caipira e minja lampada de 25 w escandecente queimou e nao tem mas dela aqui, posso usar uma de 40 w da masma ou florescente de 40 w tambem? Pois as amarelinhas nao tem mas.

josevaldo
30 de Junho de 2016 - 21:11

Olá, Josevaldo, as lâmpadas fluorescentes não podem ser usadas para chocadeiras, isso porque este não produz calor suficiente para manter a temperatura que deve ficar sempre entre os 37 e 38 graus, pois este deve ser de 37,5 no meio dos ovos, podendo oscilar entre os 36 e 39 graus por no máximo 2 horas. Uma lâmpada de 40KW deve gastar cerca de 25 KW/h por mês que equivale aos 21 dias de incubação, mais 9 dias de aquecimento inicial para o pintinho. Lembre que para ter sucesso no processo de incubação, a temperatura da chocadeira deve estar estabilizada antes dos ovos serem colocados, para isso a chocadeira deve ser ligada com algumas horas de antecedência e para manter estes ovos com a temperatura homogênea, eles devem ser mexidos, sempre bem devagar, ao menos 3 vezes ao dia. Este procedimento só deve ser feito a partir do 3o dia ou 72 horas de incubação.

Professor qual produto substitui o milho na ração para frangos de corte?

Carolina Monteiro Ferraz
25 de Maio de 2016 - 11:34

Olá, Carolina! O Trigo e Triticale e o Sorgo são ótimos ingredientes para substituir o milho na ração de frangos.  O trigo, historicamente, sempre foi destinado ao consumo humano sendo os subprodutos do seu processamento direcionados à alimentação animal, destacando-se, principalmente, o farelo de trigo e o resíduo de limpeza, erroneamente definido como "triguilho". O triticale é um grão produzido com o destino principal para a produção de rações. Já o Sorgo é um cereal cuja disponibilidade comercial não é alta, mas que apresenta excelente possibilidade de uso na alimentação, desde que incluídos ingredientes com pigmentos carotenóides ou xantofilicos, já que o sorgo diminui a pigmentação da pele, quando de seu uso. Leia a matéria que produzimos sobre o assunto http://www.aviculturaindustrial.com.br/imprensa/alimentos-alternativos-podem-diminuir-custos-na-producao-de-frangos-e-suinos/20160414-091339-i159 

Professor, como é o processo de implantação de uma granja comercial?

Luiz Roberto Pereira
14 de Abril de 2016 - 15:45

Olá, Luiz Roberto, é fundamental que antes da construção, adaptação, ambientação e equipar seu galpão o produtor tenha exatamente definido a finalidade do mesmo. Todavia, alguns pontos são gerais para todos os tipos de abrigo para as aves tais como: proteção contra chuva; excessos de temperatura (baixa ou elevada); ventos; radiação solar; "stress"; poluição do ar; ectoparasitos e endoparasitas e roedores e aves. Universalmente é indicada a orientação leste-oeste em galpões para confinamento de animais, com intuito de tornar mínima a incidência direta do sol sobre os animais através das laterais da instalação, haja vista que, nesse caso, o sol percorre ao longo do dia sobre a cumeeira da instalação. A largura do aviário é definida de acordo com o clima da região onde o mesmo será construído. Para saber mais acesse http://www.aviculturaindustrial.com.br/noticia/instalacoes-para-a-%20implantacao-da-granja-de-aves/20130124082015_Y_831

Posso trocar a lâmpada da chocadeira por uma fluorescente para economizar energia?

Carlos Reis
25 de Fevereiro de 2016 - 10:11

Olá, Carlos. As lâmpadas fluorescentes não podem ser usadas para chocadeiras, isso porque este não produz calor suficiente para manter a temperatura que deve ficar sempre entre os 37 e 38 graus, pois este deve ser de 37,5 no meio dos ovos, podendo oscilar entre os 36 e 39 graus por no máximo 2 horas. Uma lâmpada de 40KW deve gastar cerca de 25 KW/h por mês que equivale aos 21 dias de incubação, mais 9 dias de aquecimento inicial para o pintinho. Lembre que para ter sucesso no processo de incubação, a temperatura da chocadeira deve estar estabilizada antes dos ovos serem colocados, para isso a chocadeira deve ser ligada com algumas horas de antecedência e para manter estes ovos com a temperatura homogênea, eles devem ser mexidos, sempre bem devagar, ao menos 3 vezes ao dia. Este procedimento só deve ser feito a partir do 3o dia ou 72 horas de incubação.

Gostaria de saber qual a vantagem e desvantagens de se ter galo no meio de galinhas de postura se realmente é necessário ter um galo junto a elas ..

Derek Danesi
21 de Fevereiro de 2016 - 01:56

Olá, Derek. Segundo o estudo sobre o tema, publicado na edição da revista Avicultura Industrial identificou-se que a presença do galo pode alterar o shelf life dos ovos devido à produção de ovos férteis. Como resultado da pesquisa, a taxa de fertilização dos ovos foi de 80%. Veja p estudo completo na sessão Manejo, página 45 https://www.magtab.com/embarcado/avicultura-industrial/

Quais o sintomas da paustelerose aviaria?

Delmir de lima
02 de Fevereiro de 2016 - 11:45

Olá, Delmir, a doença, também conhecida como cólera aviária tem como agente etiológico a bactéria Pasteurella multocida, que se manifesta como uma doença septicêmica. Trata-se de uma enfermidade contagiosa que acomete todas as aves de criação industrial, silvestres e de fundo de quintal.

Principais sintomas:

- abatimento e febre;

- cristas e barbelas edemaciadas e cianóticas;

- bico com muco;

- diarreia verde amarelada abundante;

- penas eriçadas;

- aumento da frequência respiratória;

- base dos pés e joelhos quentes e edemaciados;

- fígado pálido, lembrando fígado cozido;

Prevenção:

- manejo;

- higiene e desinfecção dos aviários;

- descarte adequado das aves mortas;

- vacinar todas as aves da criação;

- quarentena de aves a serem introduzidas no plantel;

- monitorial laboratorial.

Gostaria de saber se já existe um sequestrantes para micotoxinas que possa ser colocado direto no grão de trigo?

Rosemeri Engelsing
06 de Janeiro de 2016 - 12:01

Sequestrantes ou adsorventes de micotoxinas são substâncias que tem a capacidade de se ligar as toxinas presentes nos alimentos, produzidas por fungos, ainda na lavoura ou durante o armazenamento dos grãos ou das rações. Sua eficiência é variável, dependendo do tipo de micotoxina presente e da dosagem do sequestrante adicionado ao alimento.

Seu uso normalmente é através de sua mistura diretamente na ração animal. Nada impede que seja adicionado diretamente ao grão, mas por se tratar de produto na forma de pó, dificilmente ficará misturado de forma homogênea nos grãos. Para que funcione adequadamente, é preciso compreender que sua ligação a toxina ocorre na presença de umidade (meio liquido), como é no estômago e intestino dos animais. A sua mistura no alimento deve ser muito boa, pois precisará estar presente no alimento como um todo.

Com base nestas informações, recomenda-se que se tenha absoluta certeza de que o sequestre será ingerido pelo animal juntamente com a toxina presente no trigo. Atendendo este aspecto, fica indiferente se a sua adição se dará diretamente ao grão ou no momento de compor a ração, ou mesmo diretamente no comedouro do animal, a cada refeição. Apoio técnico: Embrapa Suínos e Aves

Minha galinha vivia com um galo, e ela foi separada e passou um intervalo de 7 dias sem o galo. Ela botou 8 ovos sem galo. Será possivel sair pintinhos?

Lais
05 de Agosto de 2015 - 09:02

Olá Laís,

Sem o galo, não há o acasalamento das aves, portanto, não é possível sair pintinhos.

Influência da lua na criação de galinhas. Quero informações.

Markos
27 de Julho de 2015 - 15:44

Markos, não encontrei referências e/ou trabalhos que ligassem o nascimento de pintos com as fases da lua, logo, acredito que não há influência.

Gostaria de saber a sua resposta. Qual o mínimo de intervalo entre lotes para alojamento?

JUAREZ POMPEU
10 de Julho de 2015 - 17:29

Recomenda-se um intervalo entre lotes de no mínimo 10 dias.

Pq tenho uma galinha que ja vai botando 58 ovos e nao choca, nem para de botar,lembrando foi a primeira postura dela!

Gessicleide teles
08 de Julho de 2015 - 17:38

Isso é normal. A Galinha, em média, bota um ovo a cada 25 horas e cerca de 280 ovos por ano. Nem de todos os ovos nascem um pintinho. A galinha precisa cruzar com o Galo para chocar os ovos fecundados.

Qual a melhor lua para colocar ovos de galinha para chocar?

Emidia
07 de Julho de 2015 - 22:32

Emídia, não encontrei referências e/ou trabalhos que ligassem o nascimento de pintos com as fases da lua, logo, acredito que não há influência.

Minha galinha já botou 50 ovos, isso é normal?

Vilson Braz Cortes
19 de Junho de 2015 - 19:46

Sim, isso é normal. A Galinha, em média, bota um ovo a cada 25 horas e cerca de 280 ovos por ano.

Bom dia Professor Galo, gostaria de saber como eu consigo um bom manejo nos frango de corte, sempre deixo uma ventilação boa, agua fresca a vontade, e mesmo assim nao consigo uma conversão boa.

Fernando
18 de Junho de 2015 - 11:22

Olá prof galo! Sou estudante de veterinária e vejo aumentar a cada dia a pressão sobre a prática do bem estar nas aves. Quais implantações a serem tomadas para o bem estar das galinhas poedeiras?

Mayara Corrêa Dias
16 de Junho de 2015 - 09:13

Mayara, já entrevistamos alguns especialistas que comentaram o assunto. Clique no link e confira alguns vídeos da TV Gessulli: https://www.youtube.com/results?search_query=gaiolas+poedeiras+tv+gessulli

Como que eu faço a programação de troca de galo?

Marcos William
15 de Junho de 2015 - 09:57

Segundo informações da Embrapa Suínos e Aves, um galo deve atender no máximo 12 galinhas. Sua troca deve ser feita a cada seis meses, para ele não cruzar com as filhas.

O galo deve ser substituído a cada dois anos.

Como eu posso descobrir o sexo dos frangos sem pagar pelo exame de DNA?

Josiel Pereira
12 de Junho de 2015 - 11:22

Ola! Gostaria de me torna um avicultor como faço para entrar no programa de colaborador no estado do Maranhão?

Erislande Miranda
05 de Maio de 2015 - 14:07

Erislande,

Por favor verifique as informações no site do FIEMA:

http://www.fiema.org.br/

CRIO FRANGOS CAIPIRA, DE VEZ EM QUANTO APARECE ALGUM FRANGUINHO, CO OLHO INCHADO E VAI FECHANDO O OLHO ATÉ MORRER, QUE DOENÇA É ESTA E COMO TRATAR.

JOSE CARVALHO
09 de Fevereiro de 2015 - 20:36

Prezado José, isto pode ser bouba aviária. É comum entre os frangos domésticos. O tratamento é simples, no entanto o senhor deverá consultar um médico veterinário para mais informações.

GOSTARIA DE ASSINAR A REVISTA SOBRE AVICULTURA

Juvenil Alves
14 de Setembro de 2014 - 15:46

Prezado Juvenil,

A Gessulli entrará em contato com o senhor. No entanto, destaco que o senhor pode ver as condições para assinar a revista em http://www.aviculturaindustrial.com.br/assine

PODERIA ME ENVIAR MATERIAL SOBRE AVICULTURA COTE E POSTURA

Edilson W.
08 de Agosto de 2014 - 01:58

Prezado Edilson,

Recomendo o contato com a Embrapa Suínos e Aves para informações detalhadas: (49) 3441-0400. Temos uma revista especializada também em Avicultura. Trata-se de Avicultura Industrial. Se tiver interesse, contate-nos para assinar! (11) 2118-3133. Ou mande novo e-mail com seu contato para ligarmos.

Prof. Galo Inácio, gostaria de saber a sua opinião sobre o uso de gesso agrícola na cama de frango. Já li que os benefícios são grandes, para tratadores e para as aves. O que o prof. acha?

Silvia Ester
01 de Agosto de 2014 - 10:05

Prezada Silvia,

Em uma pesquisa encontrei um trabalho que pode lhe ajudar. O tema é "Efeitos da Adição de Gesso Agrícola à Cama Aviária sobre o Desempenho de Frangos de Corte". Acesse: http://file.aviculturaindustrial.com.br/Material/Tecnico/2014/gesso.pdf

Boa noite professor Galo. Porque minhas galinhas caipiras pararam de botar? Cada dia recolho menos ovos, mesmo alimentando-as com um pouco de ração para postura.

Valdemir Borsari
04 de Junho de 2014 - 20:03

Prezado Valdemir,

Existem uma série de fatores que podem estar relacionados com o caso. Desde nutrientes insuficientes na alimentação ou até mesmo a idade das aves. Consulte um veterinário.

Sou universitaria, e preciso fazer um trabalho sobre raças ou linhagens de grangos de corte, porém, estou com dificuldade de encontrar material, se vc puder me ajudar, agradeço muito .... Obrigada! :)

Airla Sousa
02 de Junho de 2014 - 19:36

Prezada Airla,

Consulte o site da Embrapa Suínos e Aves. Eles possuem um material extenso.

Boa tarde professor...gostaria de saber se as fases da lua influenciam realmente no nascimento de pintinhos caipiras. A melhor lua para o nascimento é realmente a nova e a cheia???

Valdemir Borsari
22 de Maio de 2014 - 17:18

Prezado Valdemir,

Não encontrei referências e/ou trabalhos que ligassem o nascimento de pintos com as fases da lua, logo, acredito que não há influência.

Dr. Galo Inácio, gostaria de saber quais as causas da enfermidade denominada de "Papo pendular" na criação de frangos de corte tendo em vista que é um problema nas aves quando na indústria.

Anacleto Bruno
12 de Maio de 2014 - 21:31

Prezado Anacleto, a doença pode ser originada a partir da alimentação da ave e para evitar este problema, recomendamos a contato com empresas especializadas em nutrição animal. Um veterinário poderá lhe fornecer dados precisos. Consulte o Guia Gessulli - www.guiagessulli.com.br - para encontrar a empresa mais próxima de você.

Prezado Galo Inácio, boa noite . Poderia me encaminhar artigo sobre o calo em patas de frangos de corte? Pelo que agradeço. Atenciosamente Malucelli.

José A malucelli
11 de Março de 2014 - 19:51

Prezado Malucelli,

Segue link para download do artigo. Espero que ajude.

http://file.aviculturaindustrial.com.br/Download/ai0411.pdf

Obrigado pelo questionamento!

Boa noite Professor Galo. Td bem? Como tratar a doença das galinhas caipiras que ficam com o papo duro, emagrecem e ficam muito tristes até a morte?

Valdemir
18 de Fevereiro de 2014 - 18:19

Valdemir, veja os comentários da Embrapa Suínos e Aves: "Em atenção a sua solicitação, provavelmente, estas aves estão sendo parasitadas por vermes. Entretanto, é fundamental o exame clínico veterinário, pois as causas deste espessamento do papo variam desde uma simples verminose até neoplasias".

Boa noite. Crio algumas galinhas caipiras em meu quintal, quando coloco pra chocar nasce muitos frangos. Tenho com saber quais ovos chocar p/nascer + frangas???

Valdemir
17 de Dezembro de 2013 - 19:45

Prezado Valdemir, no site da Embrapa Suínos e Aves você conta com uma explanação sobre a criação de frangos e contatos para obter ajuda. http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Ave/ProducaodeFrangodeCorte/

Esse comportamento é normal ´Galinha se confunde e choca pães de queijo no lugar de ovos em Varginha (MG)´. Por que ocorre?

José Mauro
06 de Dezembro de 2013 - 14:46

Em atenção a sua solicitação, provavelmente a galinha está em período de choco, que é uma parada natural na postura (processo fisiológico natural), principalmente para aves rústicas não melhoradas genéticamente. Sendo assim, a ave pode "deitar" sobre objetos diferentes ou com formas semelhantes a ovos, durante o período citado.

Galo Inácio, Lote com 7 dias, peso 144grs, mortalidade de 0,87?, aviário blue house, cama nova de palha de café, pintinhos pequenos e molhados. O que pode ter causado isto neste lote?

Claudia Lana
28 de Novembro de 2013 - 16:55

Prezada Claudia,

Consultada, a Embrapa Suínos e Aves precisa de mais esclarecimentos para entender melhor o seu problema e sugerir alguma solução. Lembrando que a melhor consulta, neste caso, seria com um médico veterinário.

De qualquer forma, o contato com a Embrapa pode ser feito neste link: http://www.cnpsa.embrapa.br/?idp=Pe1n13t2x

Gostaria de saber de a coléra aviária pode contaminar os humanos que manejam as aves.

Albertina Vellozo
22 de Novembro de 2013 - 08:17

A cólera aviária é a doença causada por uma bactéria oportunista, a Pasteurella multocida spp., componente natural da microbiota gastrointestinal, genital, oral e respiratória de várias espécies de animais domésticos e silvestres. Apesar de não ser comum elas determinarem doenças clínicas, elas podem ocorrer, dependendo da agressividade da cepa ou do estado imune dos hospedeiros. A forma mais comum de infecção humana por esse agente é na pele, decorrente de mordidas de gatos e cães, entretanto pode haver infecção humana nas vias respiratórias em decorrência de inalação de secreções contaminadas. Sendo assim, convém a implantação de práticas higiênico-sanitárias e utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) na rotina da criação e não somente em surtos de doenças, inclusive a cólera aviária.

Gostaria de saber mais sobre o uso de diferentes fontes de sódio na alimentação de frangos. Podem ajudar?

Maria de Lurdes Braga
19 de Novembro de 2013 - 11:26

A Universidade Federal de Goiás (UFG) possui informações precisas, disponibilizadas no site de Sebrae. Acesse: http://www.sebrae.com.br/setor/carne/o-setor/aves/producao/137-30-uso-de-diferentes-fontes-de-sodio-na-alimentacao-de/BIA_13730

Ainda tenho dúvidas quanto ao consumo de ovos, pois algumas nutricionistas o recomendam, outras o tratam como "vilão do colesterol". Onde consigo informações seguras sobre este consumo?

André Nunes
19 de Novembro de 2013 - 11:25

As informações mais precisas sobre o produto podem ser obtidas no site do Instituto Ovos Brasil - http://www.ovosbrasil.com.br

Gostaria de iniciar a criação de galinhas caipiras. Como preceder?

Marcelo Faria
13 de Novembro de 2013 - 15:22