Yamasa
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Comentário

A Covid-19 não lhe impede de recuperar os seus encargos sociais até dezembro 2020!

Uma série de ações foram adotadas para que empresas consigam diminuir as consequências atuais e futuras 

Jogi Humberto Oshiai e Maria Amélia Albuquerque

Chief Business Officer do Balera, Berbel & Mitne Advogados, sócio da Stark Capital Partners, diretor de Assuntos Públicos do Escritório de Advogados Europeus FratiniVergano (Bruxelas) além de ser pesquisador associado da FZEA/USP -  [email protected] 

Sócia do Escritório Balera, Berbel & Mitne Advogados - [email protected]

02-Jun-2020 10:25

Uma série de ações foram adotadas para que as empresas consigam diminuir as consequências atuais e futuras que o Covid-19 está deixando e ainda deixará na economia.

No entanto, não basta apenas aproveitar destes benefícios sem corrigir uma série de problemas. A medida contribui no momento de crise, mas sua empresa precisa ter um bom planejamento e nela não pode faltar um timeline das urgências como as recuperações de contribuições sociais.

Neste sentido, vale lembrar que as empresas, até o final de 2015, ao pagarem mensalmente seus encargos sociais, efetuaram a aplicação de um índice único do Fator Acidentário de Prevenção (FAP) para todos os seus estabelecimentos (matriz e filiais), sem qualquer distinção. A utilização de um índice unificado gerou pagamentos expressivos a maior em empresas que possuem mais de um estabelecimento empresarial.

Na sua criação, o FAP trouxe a concepção de considerar as especificidades de cada CNPJ em sua multiplicação pela alíquota do Risco Ambiental do Trabalho (RAT), a qual já avalia o risco da atividade integralmente considerada. Em linhas gerais, este estima a oneração da Previdência Social em razão ao exercício das diferentes atividades, enquanto aquele afere o quanto determinado estabelecimento se comporta em relação as condições de trabalho num comparativo com as empresas que exercem a mesma atividade econômica. O cálculo é interessante, trazendo, inclusive, um ranqueamento com a ideia de bonificar os “melhores classificados".

No entanto, desde a sua implementação em 2010, até a Portaria (artigo 2) que dispôs sobre a publicação do índice que teve vigência somente em 2016, os percentuais de frequência, gravidade e custo foram bases para o FAP por raiz de CNPJ e não por estabelecimento, prejudicando muitas empresas.

AveSui2021_dentro

O assunto não é novo, mas a corrida agora está em razão a decadência mensal destes valores, uma vez que estamos falando de competências de 5 anos atrás. Considerando o regime de pagamento das contribuições sociais, os quatro primeiros meses de 2015 já foram perdidos. Mas a visão é otimista pois ainda temos 9 meses para as empresas que pagaram a maior (também a competência do décimo terceiro).  

Do ponto de vista jurídico, vale consignar que a Nota SEI nº 65/2018/CRJ/PGACET/PGFN-MF dispensou os procuradores de contestarem e recorrerem quanto às demandas que versem sobre a individualização do FAP. Em uma perspectiva econômico-financeira, faz-se necessária a análise dos elementos formadores dos percentuais de frequência, gravidade e custo para o recálculo exato e com precisão uma vez que as variáveis são compostas por uma série de coeficientes. As recuperações imprescindem o cumprimento de todas as obrigações tributárias para lastro do crédito em referência.  

A luz do que precede, para quem não leu os nossos artigos precedentes sobre as recuperações de contribuições sociais, vale recordar também que com todas as medidas em mãos, Você deve buscar colaboração para enfrentar esse momento delicado no Brasil, e no mundo, com vistas a passar pelo menos ileso por esta crise que não durará para sempre. Nesta visão positiva, as referidas recuperações podem no mínimo contribuir com um cash flow extra a sua disposição, caso trabalhe corretamente o tema.

Assuntos do Momento

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021
23 de Fevereiro de 2021
Live

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021

Neivor Canton irá explicar o projeto de crescimento da avicultura da cooperativa em 20%, destacando ainda a expectativa de ampliar os embarques de frango e carne suína para a China em live às 10 horas no canal TV Gessulli

Katayama Alimentos investirá  R$ 15 milhões em 2021
26 de Fevereiro de 2021
Economia

Katayama Alimentos investirá R$ 15 milhões em 2021

A indústria avícola teve incremento de 40% em seu faturamento de 2020 e anuncia para este ano um aumento do plantel de aves e aposta nas exportações para Ásia e Oriente Médio

AveSui2021_dentro
Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE
24 de Fevereiro de 2021
Europa

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE

Cerca de 5 milhões de aves já foram abatidas na Polônia, o maior produtor de aves da União Europeia, mostraram os dados da inspetoria veterinária local.

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho
25 de Fevereiro de 2021
Dicas Técnicas

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho

Por Scott Jordan, especialista em Incubação e Serviços Técnicos da Cobb-Vantress

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO
25 de Fevereiro de 2021
Mercado

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO

Fundada há mais de quarenta anos, a empresa tem uma capacidade diária de abate de aproximadamente 520 mil aves e vende para mais de 23 mil clientes por mês no Brasil e em 38 países

 

VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%
24 de Fevereiro de 2021
Crescimento

VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%

A estimativa do Ministério da Agricultura indica que o Valor Bruto da Produção na pecuária crescerá 5,1% neste ano, puxado por setores como frango, carne bovina e leite

Mais assuntos do momento