Eurotec
30-Jun-2017 09:19
Comentário

A importância do aquecimento nas primeiras semanas de vida de pintos de corte

2017, releases empresas, fotos atualizadas ,
2017
O sucesso da criação de um lote de frangos de corte passa essencialmente por três fatores: manejo, nutrição e ambiência. A cada ciclo de aproximadamente quatro anos, as casas genéticas nos oferecem um pacote de melhorias em ganho de peso, conversão alimentar, viabilidade e outros índices zootécnicos que mostrarão todo o seu potencial apenas se o tripé supracitado estiver em perfeito equilíbrio. As duas primeiras semanas de vida das aves podem ser consideradas as mais críticas. Erros nessa fase não poderão ser corrigidos e afetarão toda a vida do lote.

Pintos de corte se comportam como animais poiquilotérmicos na fase inicial, ou seja, até aproximadamente 18 dias, não são capazes de manter adequadamente a sua temperatura corporal, sendo muito sensíveis às variações térmicas do ambiente no qual se encontram. Além disso, o pintinho possui elevada relação entre área e volume corporal, dificultando a retenção do calor. Por isso, manter um ambiente controlado, com a temperatura e umidade relativa sem grandes amplitudes é fundamental para o desenvolvimento das aves nas primeiras semanas de vida.

Para que as aves sejam alojadas em um ambiente adequado, recomenda-se o pré aquecimento do aviário 24 horas antes de sua chegada. No inverno, o aquecimento do aviário merece atenção redobrada, pois é maior a necessidade energética para suprir a diferença entre a temperatura ideal para os pintos e a temperatura ambiente externa. Se a temperatura se encontra abaixo das exigências térmicas das aves, grande parte da energia ingerida na ração que poderia ser utilizada para o desenvolvimento da ave será desviada para manutenção do sistema termorregulador. Erros no aquecimento e até mesmo na renovação de ar poderão ser facilmente percebidos, observados através de situações como o emplastamento da cama principalmente nas laterais dos aviários, aves com a penugem úmida, amontoamento dos pintos próximo à fonte de calor, entre outros.

A maior taxa de formação de órgãos vitais, como coração, pulmão, sistema digestivo e imunológico, ocorre durante os primeiros sete dias de vida dos pintos. Para que esse desenvolvimento seja adequado, os pintos necessitam absorver todos os nutrientes e anticorpos contidos no saco embrionário e isso ocorre apenas se forem alojados em condições ideais de temperatura e umidade, tendo plenas condições para realizarem ingestão de água e ração. O consumo de ração e o ganho de peso são influenciados negativamente pelas condições adversas na temperatura ambiente dessa maneira, o desempenho das aves está intimamente relacionado aos fatores ambientais.

O ganho de peso ao menor custo alimentar é o que a indústria deseja e consequentemente se torna o objetivo do produtor. Viabilizar a melhoria dos resultados no campo é uma tarefa árdua, mas requer que as bases do manejo, ambiência e nutrição sejam retomadas (“back to the base”). Um bom começo será determinante para se atingir as metas e exigências da indústria. Diante disso, propiciar as melhores condições de ambiência na fase inicial dos pintos de corte é condição primordial, devendo ter toda a atenção dentro do sistema de produção.

Avicultura Industrial

Juliana Batista

Juliana Batista é Médica Veterinária, Mestre em Produção Animal e Especialista em Nutrição Animal, Vaccinar

Deixe seu Recado