07-Mai-2018 10:57 - Atualizado em 07/05/2018 11:12
Comentário

Agroindústria deve melhorar relacionamento com Integrados Avícolas - por Valter Bampi

Produtores Integrados, elo de suma importância na cadeia produtiva e quem sabe responsável por chegarmos ao patamar da avicultura que hoje estamos, merecem um melhor tratamento das empresas integradoras

A Tyson Foods, dos Estados Unidos, disse que vai ser mais flexível e transparente com milhares de criadores de frango que fornecem animais para a companhia. Criadores se queixam há anos de que empresas processadoras de carne controlam com muito rigor as operações dos fornecedores, abafam críticas às práticas de pagamento e promovem retaliação quando os avicultores tentam se organizar.

A Tyson disse que elaborou uma “carta de direitos” para criadores que têm contrato de fornecimento com a companhia. Essa carta garante aos avicultores o direito de receber informações sobre pagamentos e de discutir contratos com terceiros. A empresa disse também que esses criadores têm o direito de se filiar a associações de avicultores.

Notícia acima nos remete à realidade brasileira, na qual Produtores Integrados, elo de suma importância na cadeia produtiva e quem sabe responsável por chegarmos ao patamar da avicultura que hoje estamos, merecem um melhor tratamento das empresas integradoras. Houve promulgação da Lei da Integração, crise econômica do Brasil, pico de preços do milho e soja, passando pela operação Carne Fraca, até chegarmos a esse atual situação de abandono aos Integrados. Promulgação da lei trouxe otimismo ao avicultor, com expectativa de relacionamento mais transparente e participativo, com instalação dos CADECs, porém o funcionamento deles não corresponde ao otimismo inicial, por falta de disposição das empresas de promover transparência, participação e em parte por falta de conhecimento técnico da cadeia pelos avicultores.

Crise econômica, alta de preços internos de milho, soja poderia ser apenas situação adversa transitória, prejuízo no curto prazo, aí vem a operação Carne Fraca. Antes da Carne Fraca, o frango brasileiro gozava de status de produto de qualidade no mercado internacional, carne fraca expôs ao mundo que frigoríficos brasileiros não tratam produtos com mesma seriedade que produtor trata, mazelas constatadas pela operação e seus desdobramentos, impõe prejuízos, retrocessos no curto, médio, longo prazo, prejuízos estes que não tem como serem revertidos, só amenizados, caso trabalhem bem, em conjunto, instituições públicas e privadas da cadeia de proteína animal, especialmente avicultura industrial, a mais pujante. Ao produtor Integrado, situação é de alarme, redução de alojamentos com respectiva redução de receita é realidade, existindo sensação generalizada que fluxo de caixa dos avicultores não conseguirá fazer frente a compromissos financeiros, sobretudo os investimentos.

Redação AI

Valter Bampi

Médico veterinário, professor universitário, especialista avícola e diretor da Bampi Consultoria.

Deixe seu Recado