Agroceres Multimix
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Projeto

Agrônoma mexicana "Líder da Ruralidade" impulsionará com o IICA projetos de pequenos produtores rurais

Gabriela Lucas Deecke, fundadora do CIASPE, uma organização desenhada para fortalecer as capacidades de autogestão e a resiliência dos pequenos produtores com foco nas mulheres.

Redação
13-Out-2021 15:01

O Centro de Inovação de Agricultura Sustentável em Pequena Escala (CIASPE), dirigido pela agrônoma mexicana Gabriela Lucas Deecke, reconhecida recentemente como “Líder da Ruralidade”, impulsionará com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) projetos para pequenos produtores rurais com vistas a melhorar a produtividade e a divulgar boas práticas agronômicas para a produção sustentável.

O CIASPE é uma organização desenhada para fortalecer as capacidades de autogestão e a resiliência dos pequenos produtores com foco nas mulheres, e Lucas Deecke –também sua fundadora – acordou a iniciativa com o Representante do IICA no México, Diego Montenegro, que visitou o Centro localizado em Querétaro, assumindo o compromisso de se impulsionar em conjunto projetos destinados a promover a biodiversidade a partir de técnicas sustentáveis.

A parceria CIASPE-IICA terá como objetivo atender a pequenos produtores que carecem de projetos e boas práticas para melhorar os solos e robustecer a segurança alimentar e a renda das suas comunidades. Uma ferramenta importante a ser utilizada serão os meios digitais, como a plataforma do Centro de Serviços de Gestão do Conhecimento e Cooperação Horizontal do IICA, que oferece o maior repositório de cursos especializados em temas de agricultura nas Américas.

“A mudança do clima provoca novos desafios para os pequenos produtores, pelo que as famílias rurais devem ser resilientes para poder produzir de maneira sustentável os seus alimentos, o que só será possível com o fortalecimento das suas capacidades”, disse Lucas Deecke.

A agrônoma mexicana recebeu neste ano o prêmio “A Alma da Ruralidade”, que o IICA outorga a Líderes da Ruralidade das Américas. O prêmio é parte de uma iniciativa do organismo especializado em desenvolvimento agropecuário e rural para homenagear os homens e as mulheres que deixam rastro e fazem a diferença no campo no continente americano.

“A importância de se fortalecer as capacidades de produtores de alimentos é que ajuda a reverter a pobreza, a contribuir para a sustentabilidade da produção de alimentos e a avançar para a segurança alimentar”, observou por sua vez Diego Montenegro.

 

 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade