AveSui2021
15-Out-2020 10:25 - Atualizado em 15/10/2020 10:49
Custos

Alta nos preços dos grãos preocupa avicultura gaúcha

Alimentação dos plantéis de aves e suínos representa de 60% a 70% do custo total de produção da avicultura

O presidente da Associação Catarinense de Avicultura (Acav), José Antônio Ribas Jr., diz que o encarecimento dos custos de produção, devido à alta da soja e do milho, é uma preocupação do setor neste momento. A alimentação dos plantéis de aves e suínos representa de 60% a 70% do custo total de produção da avicultura. "A crise que a pandemia trouxe também dificulta o repasse de custos nas vendas. Todos estes aspectos nos desafiam. Parte destes cenários é compensado com exportações, mas não podemos deixar de citar que a maior parte das aves e suínos produzidos é para abastecer o mercado interno", afirma ele em nota.

Cálculos da entidade apontam que a saca de milho passou de R$ 35 no início do ano para R$ 60 no segundo semestre, enquanto a tonelada do farelo de soja foi de R$ 900 para R$ 2.300 no mesmo período. Para Ribas Jr., haverá risco de desabastecimento interno se a exportação desses grãos for uma prioridade. Ele defendeu como medidas de equilíbrio do mercado a redução de taxas de importação, a participação do setor nos contratos futuros, a criação de políticas de abastecimento e o armazenamento de cereais e um investimento em logística que possa facilitar o escoamento do grão para o mercado consumidor doméstico.

Redação AI
Deixe seu Recado