AveSui
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Mercado de Ovos

Altas do milho e da soja pressionaram os produtores de ovos, que viram sua rentabilidade praticamente desaparecer

Os custos estiveram maiores do que os preços obtidos durante grande parte do ano, chegando a estar 30% maiores do que os preços de venda do produto

Redação AI
17-Dez-2021 09:16

O ano de 2021 foi bem difícil para os avicultores de postura. As recorrentes altas do milho e da soja fizeram com que o custo de produção fosse maior que o preço de venda dos ovos. Para Nélio Hand, diretor-executivo da Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (AVES), de uma forma geral, o mercado apresentou ao longo desse ano uma boa fluidez e o consumo registrou evolução, tanto que os números demonstram que crescerá o consumo per capita e o volume produzido será em um pouco maior do que em 2020.

Isso, mesmo com os plantéis apresentando redução, embora tímida, em decorrência dos custos que têm se sobreposto aos valores de venda, durante grande parte do ano. “E nesse cenário o milho e a soja foram os grandes vilões, fazendo com que os custos extrapolassem as margens necessárias ao produtor, acompanhados de outros fatores, como o poder de compra do consumidor enfraquecido, não permitindo que a proteína conseguisse a mudança de patamar (nos preços) que muitos indicavam que era necessário ocorrer, acompanhando a evolução dos preços de insumos e demais itens no contexto da produção animal”, detalhou Hand.

Em 2021 todo, o maior desafio do setor foi realmente fechar as contas. Denilson Potratz, presidente da Coopeavi, com sede em Santa Maria do Jetibá (ES), conta que a cooperativa buscou matérias-primas alternativas para tentar baratear o custo da ração, para que o produtor não perdesse tanto dinheiro vendendo seu produto.

“Hoje o produtor está pagando para trabalhar. O custo de produção está maior que o custo da caixa de ovo”, afirmou o presidente da Coopeavi.

Nélio Hand conta que esse cenário representou a saída de alguns produtores do mercado, principalmente os de pequeno porte. Segundo o executivo da AVES, a associação brigou pela retirada da cobrança de PIS e COFINS na importação de milho, que foi autorizada pelo governo federal, por meio de uma medida provisória, até o 31 de dezembro de 2021, e isso ajudou a arrefecer o mercado.

“Para se ter uma ideia, a saca de milho, que nos últimos meses ultrapassou os R$ 110,00, no final do mês novembro ficou em torno de R$ 92,00, mostrando que medidas como essa permitem que o mercado fique menos suscetível a especulações, sem levar prejuízos aos cofres públicos. Assim, quem produz o insumo pode continuar recebendo o valor desejável no seu produto e, quem consome, pode pagar aquilo que de fato é o custo do insumo e que permite produzir proteína com um valor compatível com a renda do consumidor”, detalha Hand.

Confirma a matéria completa no Anuário 2022 da revista Avicultura Industrial

Assuntos do Momento

Disponible en español Disponible en español
BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita
14 de Janeiro de 2022
Investimentos

BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita

Negócio atuará em toda a cadeia de produção de frangos na Arábia Saudita e promoverá venda de produtos

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango
14 de Janeiro de 2022
Mercado interno

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango

No front externo, a desvalorização do Real frente ao dólar e o forte incremento no volume exportado garantiram receita recorde com os embarques de carne de frango em dezembro. 

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui
17 de Janeiro de 2022
AveSui América Latina

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui

A região é considerada o maior agro cluster da América Latina e vem recebendo fortes investimentos de cooperativas, agroindústrias e empresas ligadas à cadeia produtiva de proteína animal

Disponible en español Disponible en español
Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura
13 de Janeiro de 2022
Proteína cultivada

Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura

A estimativa é que, em 2040, cerca de um terço da carne consumida no mundo seja produzida do cultivo celular

18 de Janeiro de 2022
Uruguai

Quase quinhentas mil aves foram mortas pelo calor no Uruguai

Onda de calor provocou mortandade em aviários com perdas que equivalem de 10% a 20% da produção nacional do Uruguai na avicultura

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês
17 de Janeiro de 2022
Ovos

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês

 Segundo pesquisadores do Cepea, a recente sustentação aos valores veio da oferta mais controlada, sobretudo de ovos maiores.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade