AveSui2021
30-Set-2020 10:45
Produção

Após 13 anos, avicultores do Acre devem receber licenciamento ambiental

Governo afirma que deve conceder licenciamento ambiental para avicultores do Alto Acre

Sessenta avicultores de corte do Alto Acre esperam há mais de 13 anos pelo licenciamento ambiental, o que serviria para ampliar as unidades de fornecimento. Nesta semana, durante evento, o governo do estado, por meio do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), se comprometeu a acelerar o processo. 

O diretor-presidente do Imac, André Hassem, destacou que a estratégia de desburocratização do setor produtivo é uma determinação do governador Gladson Cameli, que conta com o apoio das cooperativas e de toda cadeia de avicultores instalada no Alto Acre.

“Esse foi um processo autorizado pelo governador, que pediu mais agilidade nas discussões envolvendo o produtor, as cooperativas, as indústrias, e que conta com o apoio de várias secretarias de Estado”, acrescentou Hassem.

Segundo o diretor da Acreaves, Paulo Santoro, com a ampliação das unidades será possível dobrar a produção atual de 15 mil frangos/dia, aumentando a oferta de emprego na indústria e nas propriedades rurais.

“A ação do governador Gladson Cameli no agronegócio dá uma velocidade maior nos resultados. A licença ambiental abre um leque de oportunidades para o avicultor, ajuda a fixar a família na região do empreendimento, incrementando a sua produção”, disse Santoro.

Ainda de acordo com Santoro, os órgãos ambientais acertam quando incentivam a produção com sustentabilidade. A expectativa com o licenciamento é de dobrar a geração de emprego e renda dos atuais 400 para 800 empregos diretos.

“A indústria já trabalhava com um projeto de ampliação de 30% da produção. Agora, com o aumento da capacidade das unidades de avicultura, alcançaremos o grande sonho, que era de dobrar nossa produção, concluiu o diretor.

Para o secretário de estado de meio ambiente, Israel Milani, a ação é mais um grande avanço na gestão Gladson Cameli. “Estamos trabalhando para melhorar a vida da nossa população, levando desenvolvimento econômico, social e ambiental às famílias contempladas. Isso é fruto de uma política ambiental séria e comprometida com o desenvolvimento do nosso estado”, disse Milani.

Redação
Deixe seu Recado