Mayekawa
15-Fev-2019 11:58
BRF

Após anúncio de recall, Anvisa proíbe comercialização de lotes contaminados

Os distribuidores e comerciantes devem retirar das gôndolas os produtos listados para evitar o comércio e devem entrar em contato com a BRF (SIF 18) para o recolhimento dos itens.

Após comunicado sobre o recolhimento voluntário de 464 toneladas de carne de frango por suspeita da presença da bactéria Salmonessa enteritidis, a Agência Nacional de Vigilância Agropecuária (Anvisa) publicou em diário oficial uma a que proíbe a distribuição e comercialização, em todo o território nacional, dos lotes suspeitos.

O problema foi identificado pelo controle de qualidade da própria empresa, que fez o comunicado à Anvisa e ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento Mapa, na última quarta-feira (13/02).

Produzidos nos dias 30 de outubro e 5, 6, 7, 9, 10 e 12 de novembro de 2018, na unidade de Dourados (MS), os produtos foram comercializados, no mercado doméstico, nos seguintes estados: Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. No total, o “recall” nacional representa quantidade inferior a 0,1% de toda a produção mensal de frango da BRF no país.

Os distribuidores e comerciantes devem retirar das gôndolas os produtos listados para evitar o comércio e devem entrar em contato com a BRF (SIF 18) para o recolhimento dos itens.

A Diretoria de Vigilância Sanitária (DIVS/SES) orienta os consumidores a não consumirem os produtos dos lotes citados caso possuam em casa. Pessoas que estão com sintomas devem procurar imediatamente ajuda médica.

Redação AI
Deixe seu Recado