Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Assine a Revista Revista Digital Anuncie
Mercado Externo

Após surto de Influenza Aviária, Hong Kong suspende importação de Oblast de Omskaya na Rússia

Foram suspensas as importações de carne e produtos de aves, incluindo ovos de aves da área, com efeito imediato para proteger a saúde pública em Hong Kong, afirmou o  Centro de Segurança Alimentar 

Redação AI
26-Ago-2020 10:23

A autoridade de segurança alimentar de Hong Kong decidiu na quarta-feira suspender a importação de produtos avícolas do Oblast de Omskaya, na Rússia, devido aos surtos de Influenza aviária naquele local.

O Centro de Segurança Alimentar (CFS) do Departamento de Higiene Alimentar e Ambiental do governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR) disse que, em vista das notificações da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) sobre surtos de Influenza  aviária H5 altamente patogênica em Omskaya Oblast na Rússia, o CFS instruiu o comércio a suspender a importação de carne e produtos de aves, incluindo ovos de aves da área, com efeito imediato para proteger a saúde pública em Hong Kong.

AveSui2021_dentro

Um porta-voz do CFS disse que Hong Kong estabeleceu atualmente um protocolo com a Rússia para a importação de carne de frango, mas não para ovos de frango. De acordo com o Departamento de Censo e Estatística do governo HKSAR, Hong Kong importou cerca de 140 toneladas de carne de frango congelada da Rússia nos primeiros seis meses deste ano.

"O CFS contatou as autoridades russas sobre o assunto e monitorará de perto as informações emitidas pela OIE sobre os surtos de influenza aviária. Ações apropriadas serão tomadas em resposta ao desenvolvimento da situação", disse o porta-voz. Enditem