AveSui
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Comentário

As agtechs na busca de biosoluções para a agricultura brasileira

Desde outubro do ano passado em meu tempo fora de grandes organizações, tenho me dedicado a estudar as startups e a buscar informações e conhecimentos sobre elas, e tenho dedicado atenção especial as Agtechs.

Renato Seraphim

Agrônomo formado pela Unesp, possui pós-graduação em Marketing pela FGV e especialização em Agronegócio pelo Pensa-USP, FDC, Insead e Purdue University. Com 25 anos de experiência em Agronegócio, atou por importantes companhias do setor.

13-Out-2021 08:11 - Atualizado em 13/10/2021 11:28

Em um de meus artigos no ano passado eu tinha citado 13 nas quais eu acreditava, por ter uma tecnologia disruptiva, Pessoas preparadas e processos bem organizados e fico feliz em saber que quase todas elas: Agristamp, Atomic Agro, Bart Digital, Digifarmz,  Solubio, Flex Interativa, GoFlux, Grão Direto, InovaFarm, Safetrace, Seedz, Terra Magna e Traive conseguiram destaque esse ano através de crescimento  próprio ou de entrada de capital, inclusive com a ajuda desse artigo.

No ano de 2020, O Brasil teve um crescimento exponencial em termos de ambiente de negócios e proliferação de Startups, em um ranking anual realizado pela startupBlink figuramos na 20º posição dentre os países saindo de uma colocação 37º no ano anterior, sendo o primeiro lugar na América Latina, com uma boa mistura nos quesitos analisados pelo ranking como: Quantidade, Qualidade e Ambiente de Negócios.

,
1

E um grande destaque nesse ambiente sem dúvida nenhuma são as Agtechs, hoje temos 78 organizações que atuam no setor dentre incubadoras, aceleradoras e investidoras estrangeiras que incubaram, aceleraram e investiram nessas e em outras startups nacionais.

Para entender melhor adotamos as seguintes definições:

Incubadoras são empresas e instituições que promovem programas de capacitação in­-house para startups trazendo conhecimento tecnológico e de modelo de negócio sem investimento direto nas startups.

Aceleradoras: são empresas e instituições que promovem programas de capacitação in­-house para startups trazendo conhecimento tecnológico e de modelo de negócio com investimento direto nas startups.

Investidores são empresas e instituições que promovem investimento direto nas star­tups.

Dentre as Agtechs, diferenciamos elas em três segmentos: O Antes, o Dentro e o depois da porteira. Hoje temos  199 agtechs atuando antes da fazenda, 657 dentro da fazenda e 718 agtechs depois da fazenda, totalizando 1574 agtechs presentes em quase todos os estados da federação.

,
2

 

Dentre essas, tenho me dedicado a estudar mais as agtechs incubadas na Agtech Garage tanto por estar em Piracicaba, mas pelo dinamismo de informações que eles possuem com um fluxo de informações aberto a todos.

Dentre as empresas incubadas e investidas na Agtech Garage estão:  agritrade, ampla intelligence, agrymet, brCarbon, Drop, e-ctare, Fluro­Sat, gavea, Geplant, Hakkuna, Implanta it solutions, SmartBreeder, IDMAQ, Commo­tech Marketplace, Inceres, wolk, Shooju, Leigado, e.Trap, Quickium, MeSintoSeguro, Trucker do Agro, Forlidar, Gênica, agro2business, Sensix, AhGRO, Sintecsys, Gamaya, Nano scoping, Agripad, GeoApis, BRFLOR, Atomic Agro, Farmbox, digital rural, werkey.

 

Recentemente dei destaque a duas delas em meus artigos, A Agro2business pelo modelo de market place que trabalha com economia circular e sobre a Nano scoping por eu acreditar muito em nanotecnologia para a agricultura.

Agora com um novo desafio em estruturar uma empresa de Biosoluções, que se chamará Valeouro Biotec, estou tendo a oportunidade de conhecer com mais profundidade algumas dessas startups para sinergias, Co desenvolvimento e inclusive Acesso ao mercado.   

Nós fomos capazes de criar um modelo sustentável e competitivo de agricultura tropical sem paralelo no mundo, com uma agricultura baseada em ciência, inova­ção e empreendedorismo e com o crescimento e a necessidade de soluções mais sustentáveis, tenho certeza de que também seremos referencias na busca dessas soluções.

Dentre as 199 Agtechs antes da fazenda, temos 39 que estão buscando soluções para o controle biológico e manejo integrado de pragas.

,
3

Essas empresas apresentam soluções desde a fabricação de microrganismos pelo próprio produtor até soluções como scouting e diagnostico para controle de pragas, doenças e plantas daninhas.

 Uma das de destaque na minha opinião é a Genica, criada por Fernando Reis, um empreendedor e que já foi o responsável pela fundação de uma grande empresa no Brasil,a Fast Agro, com o apoio do Prof. Dr. Carlos Labate (Conselheiro Técnico) ESALQ,USP.

A união de um visionário e empreendedor junto a um profundo conhecedor técnico, criaram uma empresa com forte foco em inovação, e geração de valor para o agronegócio. São constituídos de valores que eu achei muito pertinente para a nossa busca de melhores soluções, e admiro empresa onde os valores estão alinhados com o proposito

- Cultivar relações que tem como base a igualdade e empatia, e colocar as pessoas em primeiro lugar:  o Time e os Clientes.

- Engajamento com o proposito, os resultados vêm de ações

- Transparência e Confiança com clientes, fornecedores e colaboradores

- Inquietos, melhorar a cada dia é o que os move.

Esses quatro valores são essenciais para quem busca quebrar paradigmas e oferecer uma alternativa mais sustentável para agricultura brasileira e isso chamou a minha atenção.

Outro ponto positivo foi a composição de seu portfólio, visto que possuem produtos para o controle Biológico, para inoculação de culturas e uma linha chamada Equilibrium que é focada em oferecer nutrição, proteção e equilíbrio para as culturas. O conceito da Linha Equilibrum vem muito de encontro ao que estamos buscando em oferecer a planta condições para que ela possa estar mais apta e forte para resistir as intempéries.

Um forte time de pesquisa e desenvolvimento e aberto a colaboração além de estar presente em uma boa parte do território brasileiro e com clientes importantes como Produtecnica e Agrex são outro ponto de destaque visto que o acesso ao mercado brasileiro é difícil, sendo um mercado muito concentrado e já ocupado por grandes empresas que também estão querendo entrar nesse segmento.

Localizada em Piracicaba, no coração das Agtechs brasileiras e da Agtech Garage, a Genica dispõe de um ambiente aberto e propicio a inovação como:

- Instituições de pesquisa mundialmente reconhecidas por suas estruturas e pesquisadores como Esalq/USp, Unicamp, IAC e Embrapa

- Presença de investidores especializados no desenvolvimento de AgTechs;

- Sinergia no desenvolvimento de soluções entre as empresas que pertencem ao AgTechValley.

A união entre esse ambiente rico de Agtechs com a mentalidade aberta desses visionários e pesquisadores que buscam empreender são um solo fértil para a inovação e a busca de soluções disruptivas. A Genica sai na frente por ter esse espírito e por estar no coração da inovação do agronegócio brasileiro.

 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade