AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Mercado Externo

Autoridades da Indonésia querem fazer acordo para exportar frangos para Cingapura, atingida pela escassez

Malásia interrompeu as exportações de frango este mês até que a produção local e os custos crescentes se estabilizem

Redação com informações de Reuters
20-Jun-2022 09:25

As autoridades indonésias esperam chegar a um acordo com Cingapura para começar a exportar frangos dentro de semanas, disseram autoridades, enquanto a cidade-estado luta para encontrar fontes alternativas de suprimento depois que outro vizinho, a Malásia, restringiu as vendas.

Em mais um sinal de crescente escassez global de alimentos e problemas na cadeia de suprimentos, a Malásia interrompeu as exportações de frango este mês até que a produção local e os custos crescentes se estabilizem.

A medida teve um impacto indireto em Cingapura, com restaurantes e barracas de rua elevando os preços de seu prato nacional de fato, o arroz de frango. 

Susiwijono Moegiarso, um alto funcionário do Ministério de Coordenação de Assuntos Econômicos da Indonésia, disse que as autoridades conduziram "discussões técnicas" com Cingapura e esperam que as exportações comecem este mês.

A Agência de Alimentos de Cingapura (SFA) disse em comunicado que está "trabalhando em estreita colaboração" com as autoridades indonésias para credenciar o país como uma fonte potencial de importações de frango.

A Indonésia, o maior e mais populoso país do Sudeste Asiático, com mais de 270 milhões de habitantes, tem atualmente um superávit na produção de frango.

A Indonésia produz de 55 milhões a 60 milhões de aves por semana, com um excedente de cerca de 15% a 20% após o consumo doméstico, disse Achmad Dawami, presidente da Associação de Criadores de Aves da Indonésia, à Reuters.

As exportações para Cingapura, que tem uma demanda estimada de 3,6 milhões a 4 milhões de aves por mês, podem ajudar a diminuir a diferença, disse Dawami.

Cingapura queria importar frangos vivos para manter seus abatedouros domésticos operacionais, disse Dawami, observando que os produtores indonésios preferiam exportar frangos abatidos, pois não tinham experiência no envio de aves vivas.

"Espero que nas próximas duas semanas haja uma percepção, se tivermos que esperar meses, perderemos o impulso", disse Dawami.

A Malásia decidiu suspender parcialmente sua proibição de exportação de certos frangos premium na semana passada.

Mas a proibição de exportação de frango comercial - que representa a maioria das importações de frango de Cingapura da Malásia - e outros tipos de produtos de frango permanecerá.

Os preços do frango, uma das fontes de proteína mais baratas da Malásia, dispararam nos últimos meses devido à escassez global de ração, exacerbada pela guerra Rússia-Ucrânia, que interrompe a produção.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade