Guia Gessulli
25-Mai-2020 09:29
Estados Unidos

Avicultores da Carolina do Norte iniciam eutanásia de 1,5 milhão de aves

Os surtos de coronavírus nas unidades de processamento forçou os produtores a descartar animais

Os surtos de coronavírus nas fábricas de processamento de carne estão forçando os avicultorea da Carolina do Norte a sacrificar 1,5 milhão de aves, de acordo com uma autoridade do estado.

O comissário assistente da Agricultura Joe Reardon disse ao The News & Observer que esta é a primeira vez durante a pandemia que os agricultores da Carolina do Norte tiveram que sacrificar seus animais. Aproximadamente um terço das 1,5 milhão de galinhas já foram mortas, disse Reardon.

As autoridades da agricultura disseram na quinta-feira que 2.006 trabalhadores em 26 plantas de processamento em todo o estado testaram positivo para coronavírus. Os trabalhadores e seus advogados disseram que a indústria da carne demorou a fornecer equipamentos de proteção e tomar outras medidas de segurança relacionadas ao coronavírus.

Os criadores de frango e suínos de outros estados também estão sacrificando milhões de animais durante a pandemia do COVID-19. Em abril, por exemplo, o Baltimore Sun informou que a escassez de funcionários relacionados a coronavírus nas fábricas de processamento de frangos levaria as fazendas em Maryland e Delaware a destruir quase 2 milhões de galinhas.

Os criadores de suínos da Carolina do Norte não tomaram medidas para sacrificar seus animais, disse Reardon.
 
 
 

Redação AI
Deixe seu Recado