Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Mercado

Brasil perde oportunidades em carnes, especialmente frango, sem novas habilitações pela China, diz BRF

Segundo o executivo da BRF, o ideal seria que Brasil e China tivessem um acordo comercial entre os dois países

Redação com informações de Money Times
07-Jul-2021 08:18 - Atualizado em 07/07/2021 08:51

Sem novas habilitações de unidades frigoríficas pelos chineses desde o início da pandemia, o Brasil perde oportunidades e ainda enfrenta forte concorrência dos Estados Unidos, avaliou nesta terça-feira um executivo da BRF (BRFS3), maior exportadora global de frango.

“Tomara que consigamos avançar neste tema… A resposta mais prática para a pergunta é que perdemos oportunidades”, disse o gerente-executivo de Relações Institucionais da BRF, Luiz Tavares, ao comentar questão sobre a ausência de habilitações de novas unidades brasileiras.

Ele ressaltou que o Brasil tem avançado com exportações, mas ao mesmo tempo passou a enfrentar a forte concorrência dos Estados Unidos, especialmente na carne de frango.

“Mas é importante contextualizar os Estados Unidos como grande potência do agronegócio. Estava desde 2015 suspenso para exportar aves à China devido à gripe aviária, e de uma hora para outra literalmente passamos a ter os EUA acessando o mercado chinês com mais de mil estabelecimentos habilitados, enquanto o Brasil está sem nenhum habilitação há praticamente dois anos”, comentou.

Os comentários foram feitos durante evento online do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri) sobre perspectivas da estratégia Brasil–China no Agronegócio, reunião que também contou com outras autoridades.

“Está no mercado, altamente competitivo, a demanda é muito grande, e de repente surge do seu lado um dos maiores players globais, é complicado para exportadores brasileiros”, disse Tavares, em referência ao avanço dos EUA no cenário internacional.

Em frango, a China não aparece entre os destaques das exportações do Brasil, diferentemente do que se passa em carne suína. Em cortes bovinos, um recuo nos embarques brasileiros em maio foi puxado por menor demanda chinesa pelo produto nacional.

Segundo o executivo da BRF, o ideal seria que Brasil e China tivessem um acordo comercial entre os dois países, para que ambos pudessem avançar em “compromissos concretos”.

Ele citou que ainda não há clareza sobre como será o relacionamento de China com a nova administração dos EUA, e que talvez seja este o momento de o Brasil se posicionar.

O embaixador do Brasil na China, Paulo Estivallet de Mesquita, comentou no mesmo evento que a “pandemia realmente” afetou o processo de habilitações de novos frigoríficos.

“Desde o início da pandemia o processo de aprovação foi suspenso. Já faz mais de um ano e meio que não temos aprovação de nenhum estabelecimento novo. Apesar disso, os estabelecimentos habilitados conseguiram ampliar as exportações”, comentou ele.

Questionada sobre possível retomada da certificação e quantos frigoríficos poderiam ser certificados no curto prazo, a ministra conselheira de Assuntos Econômicos e Comerciais da Embaixada da China no Brasil, Shao Yingjun, disse que o Brasil é uma dos países com mais empresas habilitadas e citou o número de 102 unidades autorizadas a exportar à China.

Ela disse que os dois países estão trabalhando conjuntamente para promover o comércio e facilitar o intercâmbio de produtos, e que há algumas comissões responsáveis para avaliar o tema das habilitações.

Mas não entrou em detalhes sobre movimentos concretos.

Assuntos do Momento

20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do quilo frango vivo tem cenários diferentes nas principais praças

Segunda quinzena de setembro fechou sua primeira semana com contrastes no preço do frango vivo; em Santa Catarina ocorreu uma forte queda; já no Paraná, ligeira alta e nas demais praças houve estabilidade.

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária
23 de Setembro de 2021
Produção

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária

Produção no campo paranaense foi de R$ 128,273 bilhões, estabelecendo mais um recorde, com crescimento real de 21% em relação a 2019

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto
21 de Setembro de 2021
Embrapa

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto

Tanto o ICPFrango quanto o ICPSuíno voltaram a ficar acima da barreira dos 400 pontos, chegando aos 407,53 e 407,15 pontos, respectivamente

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho
23 de Setembro de 2021
Posicionamento

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho

A operação beneficia a toda a cadeia produtiva da avicultura e da suinocultura

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola
22 de Setembro de 2021
Análise Laboratoriais

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola

Galinhas infectadas com muitos dos sorovares de Salmonella podem albergar o agente sem apresentarem sinais clínicos, o que torna o isolamento desta bactéria um fundamento básico na prevenção da enfermidade, principalmente em seres humanos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade