19-Jun-2018 10:58 - Atualizado em 19/06/2018 14:25
Santa Catarina

BRF de Concórdia concede férias coletivas a 1.700 funcionários

A medida busca ajustar o abate ao ciclo de produção de aves, que foi afetado pela greve dos caminhoneiros de maio

A unidade de abate de aves da BRF em Concórdia deve dar férias coletivas a 1.700 funcionários, conforme anúncio feito pela empresa ao Sindicato dos Trabalhadores Indústria de Alimentação de Concórdia e Região (Sintrial), em Santa Catarina. A medida busca ajustar o abate ao ciclo de produção de aves, que foi afetado pela greve dos caminhoneiros de maio.

Segundo o presidente do sindicato, Jair Baller, as férias coletivas devem durar 12 dias, começando em 2 de julho. Os trabalhadores retomam o expediente normal no dia 16. Após esse período, a unidade espera retomar o abate de 280 mil aves por dia. Devido à greve, ocorreu redução nos abates de pelo menos 10 mil frangos.

“Com a greve dos caminhoneiros, o frango acabou ficando mais magro e os produtores deixaram de alojar pintinhos, porque não tinha como transportar para os aviários”, conta Baller. Além disso, ovos incubados acabaram sendo jogados fora por conta da paralisação.

A BRF de Concórdia é uma das maiores do País, segundo o presidente do Sintrial. Ao todo, a unidade possui 5.500 trabalhadores. Haveria aumento no quadro de funcionários em maio, afirma Jair Baller, mas a medida foi suspensa por conta dos embargos da União Europeia à carne de frango, o que fez a empresa reduzir a produção.

Redação AI
Deixe seu Recado