Mayekawa
31-Mai-2019 09:03
Indústrias

BRF e Marfrig estudam possível fusão

Nova empresa estará entre as líderes do setor no Brasil, Estados Unidos, América Latina, Oriente Médio e Ásia

Duas das maiores indústrias de proteína animal do mundo, as brasileiras BRF – dona das marcas Sadia e Perdigão – e a Marfrig anunciaram que estão estudando uma possível fusão. Em comunicado, a BRF aponta que ambas as companhias assinaram um memorando de entendimentos para avaliar a combinação de seus negócios.

As duas empresas terão prazo de 90 dias, que pode ser prorrogado por mais 30 dias, para aprofundar os estudos e definir os termos de um acordo final, afirmou a BRF. As premissas do negócio são de que a companhia resultante terá um elevado nível de governança corporativa, adotará políticas que busquem atingir grau de investimento (Investment Grade Rating) e que será administrada com base em princípios de integridade, qualidade, segurança e sustentabilidade.

Os termos preliminares da operação não preveem nenhum desembolso de caixa, sendo baseado numa troca de ações que resultará na atribuição de 84,98% da participação acionária resultante aos acionistas de BRF e 15,02% aos acionistas da Marfrig.

A avaliação das indústrias é de que o negócio representa complementaridade mercados de atuação – a Marfrig atua apenas em proteína bovina, enquanto BRF nas cadeias de aves e suínos –, diversificação geográfica e de proteínas e redução de riscos. A combinação de negócios pode colocar nova empresa na liderança nos mercados em que atuará.

Ainda de acordo com o comunicado da BRF, a operação, se implementada, vai reforçar o compromisso com a redução de alavancagem e adequação da estrutura de capital, o foco no Brasil e no mercado Halal, a inovação, expansão da base de produtos e em demais mercados internacionais, e a estabilidade do modelo de gestão.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado