Roleste
14-Mar-2019 08:58
Segurança Alimentar

Carne de Peru é recolhida nos EUA devido contaminação com Salmonella

Problema foi descoberto após investigação de cinco casos de salmonelose em dois estados americanos.

O Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar dos Estados Unidos (FSIS na sigla em inglês), informou nesta quarta-feira (13/03) que a empresa Butterball está recolhendo aproximadamente 35 mil toneladas de produtos de peru que podem estar contaminados com Salmonella Schwarzengrund.

De acordo com órgão, o peru moído pré-embalado foi produzido em 7 de julho de 2018. O problema foi descoberto pelo FSIS e parceiros de saúde pública, incluindo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), o Departamento de Serviços de Saúde de Wisconsin e o Departamento de Agricultura, Comércio e Proteção ao Consumidor de Wisconsin, que vinham investigando um surto de Salmonella Schwarzengrund, envolvendo cinco casos em dois estados. Wisconsin coletou três amostras intactas de peru moído da marca Butterball de uma residência onde residem quatro dos pacientes. As amostras recolhidas e os isolados de Salmonella Schwarzengrund são intimamente relacionados, geneticamente.

O consumo de alimentos contaminados com Salmonella pode causar salmonelose, uma das doenças bacterianas mais comuns transmitidas por alimentos. Os sintomas mais comuns da salmonelose são diarréia, cólicas abdominais e febre dentro de 12 a 72 horas após a ingestão do produto contaminado. A doença geralmente dura de 4 a 7 dias. A maioria das pessoas se recupera sem tratamento. Em algumas pessoas, no entanto, a diarréia pode ser tão grave que o paciente precisa ser hospitalizado. Idosos, bebês e pessoas com sistema imunológico debilitado têm maior probabilidade de desenvolver uma doença grave. Indivíduos preocupados com uma doença devem entrar em contato com seu médico.

Caroline Mendes/Redação AI
Deixe seu Recado