Guia Gessulli
06-Set-2018 09:18
Exportação

Certificação eletrônica para a exportação de carnes é bem recebida pelo Egito

 Autoridades do país pediram que o Brasil faça uma visita técnica para aprovar a importação de alho, uvas de mesa e cítricos egípcios

A proposta de certificação eletrônica para a exportação de carnes para o Egito foi bem recebida por autoridades locais. A proposta de um piloto de certificação foi apresentada pelo secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, o que deve alavancar as exportações de carne para aquele país.

Depois de reunião realizada na segunda-feira (3) com o ministro da Agricultura do Egito, Din Abu Steet, foi acertada a criação de um Grupo de Trabalho para desenvolver o tema. O governo egípcio entendeu que o programa de certificação eletrônica vai permitir desburocratizar os processos de exportação.

O ministro do Abastecimento e Comércio Interno do Egito, Ali Al-Meselhy, considerou que a reunião contribui para fortalecer a cooperação e o comércio entre os dois países e ressaltou a importância do Brasil como um dos parceiros mais importantes, especialmente para o fornecimento de carnes, aves e milho.

As autoridades do país pediram que o Brasil faça uma visita técnica para aprovar a importação de alho, uvas de mesa e cítricos egípcios. O governo do país africano vai enviar ao Mapa as datas para a realização da visita.

A iniciativa de implantar a certificação eletrônica para a exportação de carnes, projeto desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadores de Carnes (ABIEC) e pela Universidade de São Paulo (USP), conta com apoio de entidades, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (FAMBRAS), Apex-Brasil e Mapa.

A missão brasileira, chefiada pelo secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, tem a participação de 25 empresas e entidades, além do Diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa, Evaldo Silva Júnior e o assessor da secretaria executiva do Mapa, Joseph Reiner.

Após o Egito, a missão seguirá para Istambul, na Turquia, onde seus integrantes participação na feira World Food Istambul.

Redação
Deixe seu Recado