AveSui
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Grãos

Chuvas favorecem trigo e milho do RS, diz Emater

Segundo a empresa de assistência técnica, vinculada à Secretaria de Agricultura estadual, 49% das lavouras de trigo estão em fase de enchimento de grãos, 37% em floração, 9% em maturação e 5% ainda em germinação e desenvolvimento vegetativo.

Redação com informações de Isto É
01-Out-2021 14:32

O Rio Grande do Sul, segundo maior produtor de trigo do país, registrou chuvas em todo o Estado na última semana, que favoreceram o desenvolvimento do cereal, além de contribuírem para o preparo do solo onde será plantada a soja, informou a Emater-RS nesta quinta-feira.

Segundo a empresa de assistência técnica, vinculada à Secretaria de Agricultura estadual, 49% das lavouras de trigo estão em fase de enchimento de grãos, 37% em floração, 9% em maturação e 5% ainda em germinação e desenvolvimento vegetativo.

Na véspera, a Emater elevou sua projeção para a produção de trigo em 2021, a 3,59 milhões de toneladas, ante os 2,89 milhões estimados em junho. Se confirmado, o volume representará um salto de 70% ante a safra anterior, que foi afetada por problemas climáticos mais severos.

Nas áreas de soja, os produtores gaúchos intensificam as atividades de preparo do solo para plantio. Não há registro de áreas semeadas até o momento, embora o zoneamento agrícola de risco climático (Zarc) indique período favorável de semeadura a partir de 21 de setembro para determinado grupo de cultivares, em regiões como Ijuí e Santa Rosa.

“Produtores retiram os insumos para o plantio já comprados e demonstram preocupação com a alta substancial dos custos de produção, especialmente adubos, óleo diesel, sementes e agrotóxicos, cuja alta se aproxima de 60% em relação aos custos da safra passada”, pontuou a Emater.

Já nas lavouras de milho primeira safra, houve avanço na semeadura na regional de Ijuí.

“A germinação é excelente, e o desenvolvimento inicial é rápido. Lavouras apresentam ideal estande de plantas. Produtores dão prosseguimento aos manejos da cultura, realizando a primeira aplicação de adubação nitrogenada.”

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade