Guia Gessulli
06-Jan-2020 11:51
Rio Grande do Sul

Cidade aposta em projeto de postura de ovos com galinhas fora da gaiola

Com a finalidade de consolidar a cadeia produtiva no município riograndense, produtores rurais, empresários, órgãos e instituições são parceiros do projeto

A prefeitura de Pelotas (RS), por intermédio da secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), está organizando uma rede avícola para postura de ovos com galinhas fora da gaiola, com a finalidade de consolidar a cadeia produtiva no município. Produtores rurais, empresários, órgãos e instituições são parceiros do projeto.

O trabalho de fortalecimento da rede tem à frente a SDR e conta com apoio de entidades locais, produtores e universidades. "Estamos organizando o setor para expansão da atividade no município, com aumento do número de produtores e da produção, além de estimular os que já atuam no ramo. O desenvolvimento da rede avícola para postura de ovos de galinhas soltas visa ao atendimento do mercado", salienta o secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel.

Seidel destaca a importância do ovo como alimento. "O produto é recomendado por nutricionistas, por ser um item rico em propriedades que causam benefícios nutricionais. O mercado vem apresentando demanda em relação a ovos de qualidade." No encontro dos organizadores da rede avícola, foi debatido o potencial de Pelotas para o crescimento da criação de galinhas soltas. Há estruturas adequadas, e o município tem se tornado referência. A primeira produtora da zona rural foi Liane Ücker Böhmer, do Cerrito Alegre, 3º Distrito. O projeto inicial era para 3,5 mil aves. Hoje, são 7 mil a garantir as atividades da agroindústria de entreposto de ovos, com vendas no mercado local e da região.

O secretário enfatiza que o poder público busca novas alternativas de renda para a agricultura familiar e que a produção de ovos tem se tornado promissora. O sistema de produção de ovos de galinhas criadas soltas visa ao atendimento da expectativa de consumidores preocupados com a origem dos alimentos e conhecido no mundo como "cage free". O método é comum em países europeus em razão de garantir bem-estar aos animais.

Redação AI
Deixe seu Recado