03-Out-2013 09:10 - Atualizado em 20/04/2016 14:44
Saúde Animal

Classificação, sintomas e tratamento da bouba aviária

Dentre as várias moléstias que podem acometer as aves tem-se abouba aviária, pipoca ou caroço que se caracteriza como uma das moléstias mais comuns no plantel aves. A moléstia é causada por um vírus de dispersão lenta, e acomete galinhas e perus, causando nódulos na pele dos animais.

A bouba aviária acontece com mais frequência em épocas quentes e chuvosas, e em locais próximos a águas paradas, essa quadro se dá devido ao fato do transmissor da doença ser o mosquito.

Geralmente as lesões causadas pela bouba agride somente a região da cabeça e região superior do pescoço, porém podem ocorrer também lesões generalizadas em todo o corpo das aves.

A doença causa febre; tristeza e penas arrepiadas; nódulos na crista, barbelas, cabeças, pernas e pés; lesões ao redor das narinas, que podem levar a produção decatarro; lesões sobre as pálpebras que podem produzir lacrimejamento e, eventualmente, perda da visão;e também placas e bolhas na boca.

A prevenção da bouba se dá através da vacinação de todo o plantel, com a vacina do vírus vivo;com a desinfecção dos galinheiros ou granjas;com o escoamento de poças de água paradas e também combater os mosquitos que são os vetores de transmissão da doença.

Saiba mais sobre o Planejamento para Produção de Frango de Corte. Confira.

Portal Suínos e Aves
Deixe seu Recado