Alltech AI
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Webinar

Cobb debate manejo de pintinho e produção livre de antibiótico

Especialistas mundiais da Cobb-Vantress, Tommy Lively e Algis Martinez, ministram palestra em webinar mundial realizado pela Hipra

Redação
04-Ago-2021 08:07

Desafio é uma palavra que faz parte do dia a dia da avicultura. E o atual cenário de recordes nos custos de produção exige do avicultor eficiência produtiva cada vez maior para minimizar o impacto dos custos tão elevados. Por isso, uma atualização sobre manejo de pintinho de um dia e estratégias para uma produção livre de antibióticos pode ter resultados positivos na rentabilidade do produtor.

Um manejo adequado do pintinho de um dia pode contribuir para um bom ganho de peso inicial e desenvolvimento da ave com impacto positivo ao longo de toda a vida produtiva do animal, defendeu o Especialista Mundial em Tecnologia de Incubatórios da Cobb-Vantress, Tommy Lively, em webinar global realizado pela Hipra. “Para garantir bons resultados na produção de frango de corte é essencial conhecer as peculiaridades do manejo, visto que qualquer adversidade que a ave sofra, afetará diretamente no desempenho final do seu ciclo de produção”.

Enquanto Lively debatia sobre manejo de pintinhos de um dia, o Especialista Mundial em Serviços Veterinários da Cobb-Vantress, Algis Martinez, que também participou da conferência, destacava a irreversível tendência de Produção Livre de Antibiótico. “Produzir com eficiência sem o uso de antimicrobianos promotores de crescimento é um cenário sem volta, especialmente quando a granja se depara com custos elevados de ração e mão de obra”, pontuou Martinez.

Ele defende que produzir com uso cada vez mais restrito de antibióticos requer atenção aos procedimentos básicos de manejo e biosseguridade, evitando oportunidades de as aves se contaminarem em qualquer fase. Isso significa que os produtores precisam estar mais conscientes do manejo de suas operações, desde o incubatório, passando pelo matrizeiro, pela fábrica de ração e pela integração. Estes debates foram levantados pela Cobb durante o 1°Congresso Virtual Mundial de Aves da Hipra.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade