Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Artigo

Cobb-Vantress destaca qualidade de pintinho

Por Mark Foote, Especialista em Incubação da Cobb-Vantress na Europa. 

Redação
09-Mar-2021 14:14 - Atualizado em 09/03/2021 14:25

Quando se faz a pergunta "O que é boa qualidade de pintinho?", as respostas podem ser muito diferentes com base na pessoa e no seu papel. Por exemplo, o gerente do incubatório gostaria de ver o máximo de pintinhos de grau A e boa qualidade de cicatrização de umbigo. Já o gerente da granja de frangos quer ver pintinhos bem hidratados, ativos e com baixos níveis de mortalidade, enquanto o veterinário quer ver bons pintos ativos, com umbigos bem cicatrizados e sem infecções. O sexista quer pintinhos incubáveis mais tardiamente porque são mais fáceis de sexar. Vários sistemas de medição têm sido promovidos na literatura para relacionar a qualidade das características do pintinho com o potencial de crescimento e desempenho.

  1. Sistemas de escore visual relacionados com defeitos de pintinhos. Este método é altamente subjetivo e embora rápido e praticado em muitos incubatórios é um mau indicador da mortalidade precoce dos pintinhos.
  2. Peso do pintinho como indicador de peso de 7 dias e a correlação com o peso final. Embora a investigação indique que o peso de 7 dias é um indicador justo do peso final do frango, não há concordância entre os relatórios de investigação sobre a utilização do peso de pintinhos do dia para prever o peso de 7 dias.
  3. O Sistema Pasgar avalia reflexos, cicatrização do umbigo, pernas, bico e anomalias residuais da gema. Estas características dos pintinhos parecem ser indicadores confiáveis da mortalidade precoce dos pintinhos, mas não têm se revelado úteis para as previsões de desempenho dos frangos.
  4. Medições do comprimento do pintinho juntamente com a avaliação da gema residual e da cicatrização do umbigo. Este sistema promove a avaliação da gema residual e da região do umbigo a partir de uma amostra aleatória de 50 pintinhos. Estes fatores estão correlacionados com o risco de infecção por E. coli. O comprimento do pintinho também foi avaliado porque tem uma alta correlação com o desempenho do frango. Desta forma, é possível prever a mortalidade precoce de pintinhos e o desempenho dos frangos.

Ao longo dos anos, a indústria avícola tentou correlacionar os protocolos de incubação ou as características de qualidade dos pintos (qualidade do umbigo, jarretes vermelhos, penas, olhos brilhantes e pintinhos altos e eretos) com níveis de mortalidade de 7 dias. Na prática, a maioria dos incubatórios não teve sucesso em relacionar estas medições com as mortalidades da primeira semana.

Um exemplo de um padrão de mortalidade precoce de pintinhos causado por onfalite (infecção do saco vitelino). Esta infecção é um desafio porque não pode ser detectada no incubatório com inspeção visual. Na realidade, os pintos parecem ser de boa qualidade na chegada na granja.

,
1

A questão no incubatório ainda permanece: "como podemos prever a mortalidade dos pintinhos aos 7 dias"?

Para abordar esta questão, foi realizada na Cobb uma série de testes de incubação para avaliar os efeitos dos tempos de incubação na mortalidade precoce de 7 dias. Em cada teste registramos o número de pintinhos nascidos em intervalos de 12 horas. Em cada intervalo de tempo, separamos os pintos nascidos dos ovos que não tinham sido chocados, mas os mantivemos no nascedouro até à eclosão. Pesamos os grupos de pintinhos e identificamos separadamente na granja para registrar os pesos de 7 dias e os níveis de mortalidade.

Nossos dados revelaram a menor mortalidade e os maiores pesos de 7 dias nos grupos de pintinhos que eclodiram cedo na janela de nascimento (24 a 36 horas). Além disso, estes grupos apresentavam o menor rendimento de pintinhos (peso dos pintinhos em percentagem do peso inicial dos ovos)

,
2

Primeiramente, é importante notar que você não pode incubar todos os pintinhos ao mesmo tempo e é normal ver uma janela de nascimento de 24 a 30 horas do primeiro ao último pintinho. O tempo de eclosão entre os ovos varia, mas depende amplamente da taxa de desenvolvimento do embrião, onde temperaturas mais altas de incubação aumentam o metabolismo e promovem maior desenvolvimento embrionário e as temperaturas mais baixas reduzem o metabolismo e atrasam o desenvolvimento embrionário. Para uma eclosão e qualidade de pintinho ideais, é fundamental manter uma temperatura e umidade uniformes no nascedouro.

Portanto, perguntamos: o tempo de eclosão influencia os números de mortalidade na primeira semana?

Uma vez que o tempo de eclosão está relacionado com a temperatura de incubação, utilizamos três diferentes perfis de temperatura para incubar os ovos e medimos o impacto destas temperaturas na mortalidade de 7 dias, no rendimento dos pintinhos e no peso corporal de 7 dias. Todos os ovos foram mantidos com as temperaturas da casca do ovo a 100,0°F durante os primeiros 10 dias de incubação. Após 10 dias de incubação, os ovos foram divididos em três grupos e incubados a uma das três temperaturas: 98,5°F (baixa), 100,0°F (normal) ou 101,5°F (alta), e mantidos a esta temperatura até à transferência para os nascedouros. Todos os três grupos foram mantidos separados em três incubadoras individuais (4.800 ovos cada) e todos os ovos tinham o mesmo lote de origem para minimizar as variáveis associadas ao lote ou a idade das matrizes. Na transferência, todos os ovos foram colocados no mesmo nascedouro. 

Como mostrado na Figura 3, as altas temperaturas de incubação resultaram num aumento da mortalidade de 7 dias e numa diminuição do peso corporal em relação às temperaturas normais de incubação. A temperaturas de incubação elevadas, o rendimento de pintos foi de cerca de 65%, indicando uma perda excessiva de peso dos ovos e muito provavelmente resultou em pintinhos desidratados. Neste caso, a desidratação impactou no ganho de peso e na mortalidade. 

,
3

No grupo dos ovos incubados a baixa temperatura (98,5°F), o peso de 7 dias é o mais baixo e a mortalidade de 7 dias é a mais alta. A percentagem de rendimento de pintinhos é também a mais elevada neste grupo. Parece que a baixa temperatura de incubação reduziu a taxa metabólica e/ou atrasou o desenvolvimento, resultando numa menor absorção da gema. A elevada mortalidade de 7 dias pode ter sido o resultado da susceptibilidade à infecção, interagindo com os fatores de stress ambiental. 

Há uma variedade de fatores estressantes que podem ter impacto nos pintinhos recém-nascidos antes da entrega na granja. Por exemplo, temperaturas muito elevadas na incubadora, arrefecimento ou sobreaquecimento no processamento dos pintinhos, nas áreas de alojamento e transporte ou na granja podem elevar o stress e a oportunidade de infecções. Os sintomas dos fatores de stress típicos incluem ver os pintinhos 'ofegantes' em caixas, devido à falta de ventilação/oxigênio ou 'amontoados'.

Outras tensões, no entanto, incluindo as correntes de ar frio dirigidas aos pintinhos, quer pelos ventiladores quer pelo vento soprando diretamente para a parte de trás do caminhão, podem também retardar o ganho de peso e tornar os pintos mais susceptíveis à infecção. A temperatura cloacal pode ser utilizada para avaliar o estado dos pintinhos.  A temperatura cloacal normal deve estar entre 40,0°C - 40,6°C para o primeiro dia. A 41,0°C, os pintinhos começarão a 'ofegar', o que é uma indicação de stress relacionado com o calor.

Para reduzir a mortalidade de 7 dias, os gestores de incubação devem concentrar-se no rendimento percentual de pintinhos e na minimização dos fatores de stress. A regra geral é que um pintinho de um dia deve pesar dois terços ou 67% do peso inicial do ovo.  Para alcançar esta perda de peso do ovo de 11 a 13% na transferência. O rendimento de pintinhos é medido a partir dos pesos médios de ovos e pintinhos obtidos de fontes individuais do lote e não se concentra nos pesos individuais de ovos e pintinhos.

O gestor do incubatório deve estar ciente do tempo que um pintinho estará em transporte e ajustar o perfil de incubação em conformidade. O gestor do incubatório deve atingir um rendimento de pintinhos entre 66 e 88 para alojamento de pintinhos a curta distância. Para alojamento de pintos a longa distância, atingir um rendimento de pintos entre 68 - 70. A maior percentagem de rendimento de pintinhos permitirá a perda de peso de pintinhos durante o trânsito, enquanto ainda chegam à granja com o percentual de rendimento de pintinhos próximo do objetivo normal de 66 - 68.


Conclusão - Em resumo, os pontos-chave para a qualidade do pintinho são:

- Adaptar os perfis de incubação para alcançar uma perda de peso ajustada de 11 a 13% por 18 dias de incubação. Os lotes jovens terão uma perda de peso inferior e os lotes mais velhos maiores.

- Atingir um rendimento de pintinhos entre 66 e 68 % para entregas de pintos a curta distância e 68 e 70 para entregas a longa distância.

- Eliminar os fatores de stress após os pintos terem eclodido, ou seja, sobreaquecimento ou falta de ventilação no nascedouro, condições ambientais no processamento dos pintinhos, áreas de espera, transporte e na chegada a granja.

- Evitar o sobreaquecimento, como é comum com ventilação insuficiente ou caixas de pintinhos colocadas demasiadamente próximas e com pouca circulação de ar.

- Evitar correntes de ar frias que possam ser causadas por ventiladores de áreas de espera que sopram sobre os pintinhos.

- Estacionar o caminhão de entrega de frente para os ventos predominantes para que os pintos não fiquem expostos durante a descarga.


Temperaturas de Cloaca devem ser mantidas entre 40°C e 40,6°C a todo o momento no primeiro dia para que os pintinhos mantenham a sua zona de conforto. A 41°C, os pintinhos começarão a 'ofegar', o que é uma indicação de stress relacionado com o calor.

 

Assuntos do Momento

20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do quilo frango vivo tem cenários diferentes nas principais praças

Segunda quinzena de setembro fechou sua primeira semana com contrastes no preço do frango vivo; em Santa Catarina ocorreu uma forte queda; já no Paraná, ligeira alta e nas demais praças houve estabilidade.

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária
23 de Setembro de 2021
Produção

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária

Produção no campo paranaense foi de R$ 128,273 bilhões, estabelecendo mais um recorde, com crescimento real de 21% em relação a 2019

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto
21 de Setembro de 2021
Embrapa

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto

Tanto o ICPFrango quanto o ICPSuíno voltaram a ficar acima da barreira dos 400 pontos, chegando aos 407,53 e 407,15 pontos, respectivamente

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho
23 de Setembro de 2021
Posicionamento

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho

A operação beneficia a toda a cadeia produtiva da avicultura e da suinocultura

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola
22 de Setembro de 2021
Análise Laboratoriais

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola

Galinhas infectadas com muitos dos sorovares de Salmonella podem albergar o agente sem apresentarem sinais clínicos, o que torna o isolamento desta bactéria um fundamento básico na prevenção da enfermidade, principalmente em seres humanos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade