Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Sanidade

Com alerta para a gripe aviária, acesso às granjas ficará mais rigoroso

Campo Grande News /Renata Volpe Haddad
14-Dez-2016 08:53

Mesmo sendo livre da gripe aviária, o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), emitiu um alerta sanitário na sexta-feira (9) por tempo indeterminado, para intensificar as ações de defesa destinadas a prevenir a entrada da doença no Brasil.

O alerta, segundo o diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Guilherme Marques, é em razão das aves migratórias, a maioria são pato e marreco, que vêm ao país para fugir do inverno no Hemisfério Norte. "Nossa maior preocupação é essa e os setores público e privado deverão aplicar medidas mais rígidas de controle dos plantéis. A produção comercial já tem controles sanitários muito rígidos".

Com o alerta, o acesso às granjas de pessoas, animais e veículos, fica mais rigoroso. Além disso, será intensificado o treinamento das equipes de veterinários do ministério.

Cuidados - De acordo com o auditor fiscal federal agropecuário, Newton César Moreira da Silva, todos os ministérios do país, precisam enviar um relatório com capacitação técnica, recursos, e plano de contingência. "Não é o primeiro alerta e o Mapa faz isso, para que todos estejam atentos para uma eventual crise de influenza".

Mato Grosso do Sul tem 450 granjas de frango de reprodução e corte, localizadas em Dourados, Terenos, Itaquiraí, Sidrolândia e Aparecida do Taboado. "São granjas integradas a grandes empresas. Desse total, apenas 45% é regulamentada conforme a norma estabelecida pelo ministério, as outras que são mais antigas e não se regulamentaram".

Sobre o acesso mais rigoroso, o auditor explica que isso é rotina no dia a dia dos produtores. "É exigido pela instrução normativa nos estabelecimentos que são granjas de reprodução e de corte, o controle de entrada e saída, mas essa norma é mais rígida em granjas de reprodução. Com o alerta, os veterinários oficiais fiscalizam se os produtores estão cumprindo essas normas", explica.

Uma das rotas destes animais é o Pantanal de Mato Grosso do Sul. O auditor explica que exames de sangue são feitos nos animais de fazenda, que podem ter contato com as migratórias. "O ministério colhe material das aves domésticas, como galinha e ganso e faz exame pra constar ou não influenza. Esse é o nosso controle e não tem como fazer exame nas aves migratórias, já que é muito complicado".

Ainda segundo o alerta, qualquer mortalidade alta de aves deve ser imediatamente informada ao serviço veterinário oficial. "Todos os produtores da cadeia produtiva devem estar conscientes do risco e preparados para enfrentá-lo. Se houver uma taxa alta de mortalidade, os veterinários precisam ser informados para que possam estar na propriedade em um prazo de até 12 horas para começar a investigação", informa.

Pelo menos 197 espécies de aves podem migrar. Desse total, 53% que totalizam 104 espécies, se reproduzem no Brasil e 47%, 93 espécies têm locais de reprodução em outros países.

Assuntos do Momento

20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do quilo frango vivo tem cenários diferentes nas principais praças

Segunda quinzena de setembro fechou sua primeira semana com contrastes no preço do frango vivo; em Santa Catarina ocorreu uma forte queda; já no Paraná, ligeira alta e nas demais praças houve estabilidade.

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária
23 de Setembro de 2021
Produção

14 municípios do PR superam R$ 1 bilhão em Valor Bruto da Produção Agropecuária

Produção no campo paranaense foi de R$ 128,273 bilhões, estabelecendo mais um recorde, com crescimento real de 21% em relação a 2019

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto
21 de Setembro de 2021
Embrapa

Custos de produção de frangos de corte e de suínos ficam mais caros em agosto

Tanto o ICPFrango quanto o ICPSuíno voltaram a ficar acima da barreira dos 400 pontos, chegando aos 407,53 e 407,15 pontos, respectivamente

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho
23 de Setembro de 2021
Posicionamento

Suspensão PIS e COFINS para Importação de Milho

A operação beneficia a toda a cadeia produtiva da avicultura e da suinocultura

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola
22 de Setembro de 2021
Análise Laboratoriais

Isolamento de Salmonella spp. de origem avícola

Galinhas infectadas com muitos dos sorovares de Salmonella podem albergar o agente sem apresentarem sinais clínicos, o que torna o isolamento desta bactéria um fundamento básico na prevenção da enfermidade, principalmente em seres humanos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade