Guia Gessulli
19-Dez-2018 17:18 - Atualizado em 06/02/2019 11:06
Feira & Negócios

Com lançamento mundial, Gessulli Agribusiness e DLG anunciam realização da AveSui EuroTier South America

O anúncio oficial da parceria foi realizada na Alemanha, durante a EuroTier, com a presença de imprensa do mundo todo e de empresários e dirigentes de cooperativas brasileiras. O evento acontecerá de 23 a 25 de julho em Medianeira, no Paraná, onde foi realizada a AveSui América Latina nesse ano

Por Humberto Luis Marques, de Hanover, Alemanha

A AveSui e EuroTier anunciaram a união de suas feiras em um único evento, responsável por englobar todo o mercado de produção de proteína animal da América Latina. O anúncio oficial aconteceu em Hanover, na Alemanha, durante a realização da edição 2018 da EuroTier, a maior feira do setor produtivo animal do mundo. Com o nome de AveSui EuroTier South America, o evento integra um projeto de internacionalização da EuroTier, que também será realizada no próximo ano na China e no Oriente Médio. O lançamento contou com a presença da imprensa especializada do mundo todo, que pôde acompanhar ainda representantes dos três países expondo um panorama das potencialidades de cada um deles, tanto em relação ao agronegócio quanto o de infraestrutura para receber a feira.

No caso da América Latina, o evento será organizado por intermédio de uma parceria estratégica entre a Gessulli Agribusiness, organizadora da AveSui América Latina, e da DLG - Landwirtschafts-Gesellschaft (Sociedade Agrícola Alemã), organizadora da EuroTier. A feira está marcada para acontecer em Medianeira, na região oeste do Paraná, entre os dias 23 e 25 de julho. “Essa parceria é muito importante para o mercado de toda a América Latina, pois vai proporcionar a realização de um evento com forte intercâmbio de tecnologias, difusão de informações científicas e ambiente adequado para negócios e contatos”, afirma Andrea Gessulli, diretora da Gessulli Agribusiness. “A DLG e a Gessulli Agribusiness possuem histórias centenárias e trajetórias que se completam. Principalmente, porque para ambos o agronegócio é a sua vida. Respiramos e buscamos o desenvolvimento do agronegócio. Nós estamos muito felizes com essa parceria, a qual nos irá diferenciar das outras feiras”, ressalta Jens Kremer, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios e Vendas da DLG.

Centenária editora de títulos para o agronegócio, a Gessulli Agribusiness foi pioneira na organização no país de feiras voltadas à produção de aves e suínos, ainda nos anos de 1980. Desde 2002, realiza a AveSui América Latina, que se tornou o principal evento da indústria avícola e suinícola latino-americana, agregando nas últimas edições segmentos como o de Biomassa & Bioenergia, Reciclagem Animal e Psicultura. Ao longo de sua história, a AveSui sempre foi o ponto de encontro de todo o setor produtivo, sendo palco para o lançamento de inovações, joint ventures, novas parcerias e também para discussões de temas centrais como bem-estar animal, sanidade e transformações de mercado. A Europa é responsável por muitas dessas tecnologias e também por apontar tendências de consumo e produção. Segundo Andrea Gessulli, ao unir essas duas vertentes num único evento, a distância entre produtores e inovações tecnológicas se reduz, acontecendo o mesmo entre o Brasil, um dos principais mercados produtores de proteína do mundo, e as empresas interessadas em atuar por aqui. “Vamos encurtar a distância entre os produtores latino-americanos e as tecnologias existentes na Europa e no mundo. Será um imenso ganho para esse cinturão produtivo composto não somente pelo oeste do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas também pela Argentina, Paraguai e Uruguai”, ressalta Andrea.

A AveSui EuroTier South America abrigará também a Energy Decentral, feira direcionada ao setor energético, principalmente com soluções para geração de energia limpa, como o biogás. A proximidade de Medianeira com a Itaipu Binacional, maior geradora de energia limpa e renovável do mundo, favorecerá o intercâmbio de informações técnicas e trocas de experiências em projetos, além de favorecer o acesso de agricultores a tecnologias para geração de energia no campo.

SETOR PRODUTIVO MOBILIZADO

Uma comitiva formada por empresários e dirigentes de cooperativas brasileiras participou da EuroTier 2018. Organizada pela Gessulli Agribusiness, os executivos puderam conhecer de perto inovações apresentadas no evento, assim como participar da apresentação do projeto de internacionalização da EuroTier e do lançamento oficial da AveSui EuroTier South America. A parceria entre a Gessulli Agribusiness e a DLG agradou ao setor produtivo brasileiro de proteína animal. Os empresários entendem que o evento será responsável por intensificar o intercâmbio tecnológico entre companhias nacionais e internacionais com todo o sistema produtivo do país – e também da América Latina -, além de ser um ambiente propício para o lançamento de inovações tecnológicas e para a difusão de novas técnicas de criação, assim como para o debate de questões relevantes, como a retirada dos antimicrobianos das rações, por exemplo.

O empresário Roberto Kaefer, diretor da Globoaves, uma das maiores empresas avícolas do País, com sede em Cascavel (PR), acredita que a realização conjunta entre a AveSui e EuroTier irá representar um salto de excelência na organização de feiras voltadas ao setor de proteína animal no Brasil. “É uma parceria que soma força e tradição em organização de eventos, o que para nós do Brasil será excelente”, indica Kaefer.

A confirmação do município de Medianeira, na região oeste do Paraná, onde foi realizada a AveSui América Latina nesse ano, também agradou ao setor produtivo. O oeste paranaense é um dos maiores polos transformadores de grãos em carnes do país, com forte presença de cooperativas do agronegócio. Os sistemas produtivos instalados na região são altamente tecnificados e formados por propriedades que trabalham na produção de aves, suínos, leite e peixes. “Haverá uma mobilização muito grande de todo o setor produtivo, de todas as cooperativas, para que seus produtores possam participar e aproveitar as oportunidades geradas por esse evento”, afirma Jair Meyer, superintendente de Suprimentos e Alimentos da Lar Cooperativa Agroindustrial, cuja sede fica em Medianeira.

O presidente da Primato, cooperativa com sede em Toledo (PR), Ilmo Werle Welter também integrou a comitiva e teve a oportunidade de acompanhar in loco o lançamento de diversas tecnologias de ponta. “Eu conheci inovações cuja aplicação futura será responsável por ganhos significativos de produtividade e eficiência; com a realização desse evento no Brasil, juntamente com a AveSui, essas tecnologias estarão mais próximas do nosso produtor e da nossa rotina e realidade de granja”, enfatiza Welter.

O Paraná também possui relevância em geração de energia limpa, com a Itaipu Binacional, distante 40 minutos de Medianeira. O Parque Tecnológico de Itaipu dispõe ainda de uma série de projetos para produção de biogás, principalmente a partir de dejetos e resíduos dos sistemas de produção animal. Com a realização conjunta da feira Energy Decentral, que congrega empresas voltadas a soluções energéticas, o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná, George Hiraiwa, acredita que haverá um interesse e um intercâmbio importante também nessa área. “A AveSui EuroTier South America representa um verdadeiro divisor de águas para o nosso Estado; teremos o envolvimento de todo o setor de produção animal e ainda todo o segmento de geração energética, que é muito avançado no Paraná”, afirma o secretário.

POTENCIAL DE MERCADO

O tamanho do agronegócio brasileiro - responsável hoje por 25% do PIB nacional - e sua relevância para o mercado internacional pesou na decisão de trazer o evento para o país, assim como as expectativas de contínuo crescimento da produção e da perspectiva de novos investimentos. A região oeste do Paraná, onde fica Medianeira, é considerada um dos maiores polos transformadores de grãos em carnes do país, com forte presença de cooperativas agropecuárias, além de ser próxima as fronteiras da Argentina e Paraguai, compondo um cinturão produtivo que contempla ainda Estados do Sul e do Centro-Oeste.

O Paraná ocupa hoje a posição de quarta economia do país, figurando entre os três maiores exportadores do agronegócio brasileiro. Em avicultura, responde por mais de 30% da produção e exportação do Brasil, ocupando a liderança em ambos os casos. Possui um rebanho bovino de 9,4 milhões de cabeças, sendo o segundo produtor brasileiro de suínos e terceiro em exportação. Além disso, é uma importante bacia leiteira e referência no cultivo de peixes em cativeiro. “A localização estratégica do evento garante uma forte presença de produtores, empresários e profissionais com poder de decisão nas companhias onde atuam. Já tivemos esse público na AveSui América Latina desse ano. O evento será um grande sucesso”, conclui Andrea Gessulli.

Redação
Deixe seu Recado