Guia Gessulli
20-Mar-2020 09:53 - Atualizado em 20/03/2020 10:08
Cotação

Com menor procura devido as paralisações, preços da carne e do frango vivo recuam

Queda nos preços interrompeu o movimento de recuperação que estava sendo observado no setor desde a segunda quinzena de fevereiro

De acordo com os dados divulgados, nesta sexta-feira (20/03), pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), as recentes paralisações por conta da pandemia do novo coronavírus já têm enfraquecido a demanda doméstica por carne de frango.

Agentes do setor têm reajustado negativamente as cotações da proteína. Segundo colaboradores do Cepea, as suspensões das aulas reduziram a procura pela carne avícola para merendas escolares. Vale lembrar que essa queda nos preços interrompeu o movimento de recuperação que estava sendo observado no setor desde a segunda quinzena de fevereiro e que era sustentado pelo aumento de pedidos de mercados, no intuito de prepararem seus estoques.

Nos mercados de cortes e do frango vivo, a tendência foi a mesma. As exportações também já apresentam queda neste mês – nos 10 primeiros dias úteis de março, os embarques de carne de frango perderam o ritmo aquecido que vinham registrando.

Conforme relatório parcial da Secex, as exportações de carne de frango in natura têm tido média de 15 mil toneladas/dia, recuo de 16,7% frente ao observado em fevereiro e ainda 10,2% abaixo da média diária de março/19.

Redação AI
Deixe seu Recado