Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Comércio

Consórcio intermunicipal do Paraná ampliará venda de produtos de origem animal

Com o Sisbi-POA, os produtos registrados pelos Serviços de Inspeção Municipal dos 30 municípios paranaenses do Consórcio CID Centro podem ser vendidos para todo o Brasil

Redação, com informações AEN
29-Nov-2021 09:07

O CID Centro (Consórcio Público Intermunicipal de Atenção à Sanidade Agropecuária, Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável da Região Central do Estado do Paraná) é um dos oito consórcios públicos municipais brasileiros que receberam na sexta-feira (26/11) o Título de Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA). A solenidade foi realizada em Iguatemi (MS), com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Com o reconhecimento, os produtos registrados pelos Serviços de Inspeção Municipal vinculados a esses consórcios podem ser comercializados em todo território nacional. Ou seja, há reconhecimento de equivalência, garantindo que os produtos do consórcio intermunicipal têm a mesma qualidade de inspeção do Sistema de Inspeção Federal (SIF).

A conquista dos municípios paranaenses teve o apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná).

Criado para estimular o desenvolvimento regional, o Consórcio Intermunicipal CID Centro, com sede em Pitanga, Centro do Estado, reúne 30 municípios. O grupo atua em parceria com o governo estadual para disseminar conhecimento sobre boas práticas no campo e as etapas de formalização das agroindústrias, ampliando o potencial de comercialização de produtos da agricultura familiar.

“Estamos muito contentes com mais essa conquista do Consórcio Cid Centro. Acompanhamos o esforço dos dirigentes municipais, dos agricultores familiares e dos servidores da Seab, da Adapar e do IDR-Paraná na construção desse espírito de união, que tem como resultado a agregação de valor aos produtos, a evolução na renda familiar e a possibilidade de uma vida mais digna”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

SUASA – O Sisbi-POA faz parte do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) e busca padronizar e harmonizar procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar.

Para obter a equivalência dos seus serviços de inspeção no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, é preciso comprovar que as medidas de inspeção higiênico-sanitária e tecnológica praticadas permitem avaliar a qualidade e inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério.

PROCESSO – Segundo a ministra, a adesão ao Sisbi por meio de consórcios é uma forma de inclusão da pequena agricultura. “Essa é uma pequena amostra do muito que pode ser feito nesse setor”, disse. “Temos oportunidades para esses produtos artesanais no mundo todo, mas é preciso ter qualidade e o selo de inspeção para mostrar foi inspecionado e é um produto de qualidade para todo consumidor, tanto o interno quanto o externo”.

O Ministério acompanhou os consórcios durante um ano e meio, com ações de qualificação. Também houve processos de sensibilização dos gestores públicos, lideranças e empresários para demonstrar o funcionamento e perspectivas do Sisbi-POA, requisitos e procedimentos, além de orientações sobre inovações e a importância de autocontroles para as agroindústrias.

OUTROS – Além do consórcio paranaense, também conquistaram o título o Consórcio Intermunicipal da Região Sul do Mato Grosso do Sul (Conisul); o Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio Taquari (Cointa), também no Mato Grosso do Sul; o Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável do Alto Paranaíba (Cispar), de Minas Gerais; o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha (Cisga) e o Consórcio Intermunicipal do Vale do Jacuí (CV-Jacuí), ambos do Rio Grande do Sul; o Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Amavi (CIM-Amavi) e Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Amrec (CIM-Amrec), ambos de Santa Catarina.

Assuntos do Momento

Disponible en español Disponible en español
BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita
14 de Janeiro de 2022
Investimentos

BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita

Negócio atuará em toda a cadeia de produção de frangos na Arábia Saudita e promoverá venda de produtos

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango
14 de Janeiro de 2022
Mercado interno

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango

No front externo, a desvalorização do Real frente ao dólar e o forte incremento no volume exportado garantiram receita recorde com os embarques de carne de frango em dezembro. 

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui
17 de Janeiro de 2022
AveSui América Latina

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui

A região é considerada o maior agro cluster da América Latina e vem recebendo fortes investimentos de cooperativas, agroindústrias e empresas ligadas à cadeia produtiva de proteína animal

Disponible en español Disponible en español
Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura
13 de Janeiro de 2022
Proteína cultivada

Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura

A estimativa é que, em 2040, cerca de um terço da carne consumida no mundo seja produzida do cultivo celular

18 de Janeiro de 2022
Uruguai

Quase quinhentas mil aves foram mortas pelo calor no Uruguai

Onda de calor provocou mortandade em aviários com perdas que equivalem de 10% a 20% da produção nacional do Uruguai na avicultura

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês
17 de Janeiro de 2022
Ovos

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês

 Segundo pesquisadores do Cepea, a recente sustentação aos valores veio da oferta mais controlada, sobretudo de ovos maiores.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade