AveSui2021
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
America Latina

Consumo de frango diminui no Panamá

Em 2020, foram abatidos 94,8 milhões de frangos, cerca de 15 milhões a menos que em 2019

La Prensa
19-Jan-2021 11:16

A indústria avícola não parou de produzir proteína de carne para suprir a demanda nacional durante a pandemia até agora. A Associação Nacional dos Avicultores do Panamá (Anavip) ??garantiu que o setor continua sendo um dos mais dinâmicos da economia. No entanto, teve impacto na produção de aves, pois houve redução do consumo devido ao fechamento de hotéis e restaurantes.

Em 2020, foram abatidos 94,8 milhões de frangos, cerca de 15 milhões a menos que em 2019, quando foram registrados 110 milhões de abates, informou Luis Carlos Castroverde, presidente da Anavip.

Isso é uma média de 7 a 8 milhões de frangos consumidos por mês no ano passado. Antes da pandemia, o abate de frangos para consumo nacional era entre 8 e 9 milhões de unidades por mês. Ou seja, houve uma queda no consumo de mais de um milhão por mês.

Em média, a indústria avícola tem uma população de 20 milhões de frangos, 3,4 milhões de galinhas poedeiras e 1,8 milhões de galinhas produtoras. Desses três segmentos, o que apresenta maior movimentação é o de frangos de corte, pois seu ciclo de vida da eclosão ao consumo é de aproximadamente 40 dias.

Devido à paralisação da economia pela pandemia, o consumo em 2020 voltou aos níveis de cinco anos atrás. Os meses de menor abate foram maio e junho, nos quais a economia foi fechada para controlar o contágio do coronavírus, segundo dados da Anavip.

“Felizmente, não tivemos nenhuma interrupção da produção nas granjas e fábricas, e a comercialização se manteve em operação, mantendo as medidas estabelecidas pela quarentena”, disse Castroverde.

AveSui2021_dentro

A avicultura gera cerca de 10 mil empregos diretos, mas é uma série de atividades que giram em torno dela que geram milhares de outros empregos.

“Não tem havido grandes impactos nos empregos, e eles têm sido mantidos, porque as empresas continuaram a operar, apesar de termos tido aquela queda significativa em restaurantes, hotéis e franquias, que é um segmento de peso considerável no portfólio da vendas”, acrescentou o empresário.

Em relação ao preço do frango ao consumidor, nos últimos cinco anos houve queda. O mais barato é o frango cortado, que está disponível comercialmente por aproximadamente US$ 1 o quilo, de acordo com o registro da Autoridade de Defesa do Consumidor e Defesa da Concorrência.

Comparada ao preço da proteína bovina ou suína, a proteína de frango é mais acessível. De 2017 a 2019, o consumo de carnes de frango e suína cresceu, mas o de bovinos diminuiu. Em 2020, com a covid, a demanda por carne de frango continuou crescendo, a de suínos estagnou e a queda na carne bovina continua, afirma Aquiles Acevedo, presidente do Sindicato Nacional dos Produtores Agrícolas do Panamá (Unpap).

A carne bovina dura 30 meses na produção para poder consumi-la, contra o frango, que tem ciclo de produção de 40 dias. “São mais de mil dias de espera para consumir a carne bovina, um dos fatores que influencia seu custo de produção”, diz Acevedo.

Ele acrescenta que para o consumo humano é necessário consumir as duas proteínas, uma vez que uma possui nutrientes que a outra não possui. “O que devemos deixar claro é que no Panamá o preço para os produtores de carne bovina caiu, mas não para os consumidores”, reconhece Acevedo. 

AveSui2021_dentro

Dois anos atrás, a preço da ave viva era paga ao produtor por cerca de US$ 1 o quilo; agora, o fazendeiro recebe 80 centavos, disse ele.

Assuntos do Momento

Disponible en español Disponible en español
Câmara Uruguaia de Aves busca aumentar a produção, o consumo e a exportação de aves
05 de Março de 2021
Mercado Externo

Câmara Uruguaia de Aves busca aumentar a produção, o consumo e a exportação de aves

A Câmara Uruguaia de Processadores de Aves (Cupra) afirma ter interlocutores específicos para a avicultura no Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP)

Disponible en español Disponible en español
Pilgrim's é multada em US$ 107 mi por definir o preço do frango
05 de Março de 2021
Cartel

Pilgrim's é multada em US$ 107 mi por definir o preço do frango

Um dos maiores produtores de frango dos Estados Unidos se declara culpado de fixar preços e é condenado a uma multa criminal de 107 milhões de dólares.

AveSui2021_dentro
Preço médio dos ovos em fevereiro é o maior da série
01 de Março de 2021
Ovos

Preço médio dos ovos em fevereiro é o maior da série

As cotações elevadas estão atreladas à menor oferta, principalmente de ovos maiores, uma vez que o setor intensificou os descartes das poedeiras mais velhas.

Nos EUA, alguns frigoríficos anunciam planos de vacinas, mas muitos trabalhadores ainda estão esperando
05 de Março de 2021
Internacional

Nos EUA, alguns frigoríficos anunciam planos de vacinas, mas muitos trabalhadores ainda estão esperando

Empresas dizem que o progresso precisa ser mais rápido depois que os surtos de coronavírus paralisaram matadouros e adoeceram milhares de trabalhadores

Embarques de carne de frango crescem em volume e receita, enquanto os de carne suína ficam abaixo do reportado em fevereiro de 2020
02 de Março de 2021
Exportação

Embarques de carne de frango crescem em volume e receita, enquanto os de carne suína ficam abaixo do reportado em fevereiro de 2020

A exportação de carne de aves e suas miudezas avançou 8,29% em receita; os embarques de carne suína totalizaram 18,71% menos em relação a fevereiro do ano passado

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas
05 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas

Formada em Medicina Veterinária, possui forte participação em entidades de classe e comitês internos da cooperativa Frísia, colaborando com a melhoria da produção de outros associados

Mais assuntos do momento