Eurotec
23-Abr-2019 15:45
Intercooperação

Coopavel e Primato firmam parceria na área da avicultura

A Coopavel entra com a matéria-prima e com as suas estruturas física e profissional para fornecer à Primato inicialmente quatro cortes de frango

A Coopavel, de Cascavel, e a Primato, de Toledo, dão os primeiros passos de um projeto inédito na região Oeste do Paraná e que coloca em prática a essência do sexto princípio do cooperativismo, a intercooperação. Em apenas três meses, as diretorias aprovaram e colocaram em prática parceria na área da avicultura.

A Coopavel entra com a matéria-prima e com as suas estruturas física e profissional para fornecer à Primato inicialmente quatro cortes de frango. Eles então são embalados, distribuídos e comercializados nos sete supermercados mantidos pela cooperativa em Toledo e Vera Cruz do Oeste.

O presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, diz que fortalecer a intercooperação traz enormes benefícios aos parceiros porque se permite utilizar e empregar de forma otimizada o que de melhor cada uma possui. O presidente da Primato, Ilmo Werle Welter, considera que a parceria em estruturação será um marco para o Oeste e para o Paraná. “Será uma referência para o sistema, porque potencializa o uso de plantas e estruturas, leva-se a mensagem do cooperativismo ainda com mais força às gôndolas e se mantêm as margens de lucro”, acrescenta o diretor-executivo da Primato, Anderson Sabadin.

Os primeiros contatos entre diretores e equipes técnicas das duas cooperativas começaram no fim de novembro. Recepcionada pelo gerente do Friaves Nelson Irineu Simon, a comitiva da Primato pôde observar sistemas e principalmente cuidados para garantir a qualidade do que a Coopavel leva para o mercado consumidor. Segundo Sabadin, essa aproximação combate o oligopólio, reduz riscos e efeitos externos ao mercado local e regional e permite ampliar resultados.

O trabalho conjunto das duas cooperativas fortalece o canal de fluxo, possibilita atingir novos mercados e abre uma nova experiência ao consumidor. A Coopavel e a Primato pertencem a milhares de agricultores (juntas têm quase 13 mil cooperados), em sua grande maioria donos de pequenas áreas agrícolas.

Anderson Sabadin aponta que a parceria quebra paradigmas, supera qualquer resquício de vaidade, orgulho ou bairrismo e coloca a união, o diálogo, a transparência e o respeito acima de tudo. Por ser nova e inédita entre duas cooperativas no Oeste, a união entre Coopavel e Primato tem tudo para crescer e prosperar, afirma Dilvo Grolli.

Redação
Deixe seu Recado