Guia Gessulli
05-Fev-2019 11:44 - Atualizado em 05/02/2019 11:56
Balanço

Cooperativas do Paraná tiveram avanço no faturamento em 2018

Durante divulgação dos dados, o presidente da C Vale, Alfredo Lang, afirmou que planeja investir R$ 300 milhões em 2019

A C Vale e a Copacol registraram aumento no faturamento de 2018. Os números foram divulgados pelas duas cooperativas na última semana. A C Vale apontou que conseguiu crescer 23% no ano passado, impulsionada pela valorização da soja e do milho. O faturamento da cooperativa foi superior a R$ 8,5 bilhões, com sobras de R$ 100 milhões. Já a Copacol apresentou crescimento de 11%, que resultou em um faturamento de R$ 3,841 bilhões e sobras de R$ 53 milhões.

De acordo com os números apresentados em assembleia com os cooperados pelo presidente da C Vale, Alfredo Lang, a receita bruta passou de R$ 6,9 bilhões para R$ 8,5 bilhões. O segmento carnes teve seu desempenho prejudicado pelas limitações impostas pela Europa e China às exportações brasileiras, pela greve dos caminhoneiros e pelo baixo nível de consumo do mercado interno.

Conforme a cooperativa, o ano passado fechou com resultado líquido de R$ 100 milhões. O pagamento das sobras começou na segunda-feira (4). Segundo Lang, a rentabilidade dos negócios foi afetada pela tabela de fretes e pela crise da economia nacional que levou as empresas a reduzir suas margens de lucro. Apesar dos percalços, o presidente afirmou que a cooperativa planeja investir R$ 300 milhões em 2019.

Na Copacol, as sobras destinadas para os cooperados chegam a R$ 53 milhões, sendo que 50% desse valor foi antecipado em dezembro de 2018 e o restante será pago nessa quarta-feira (6). Para o presidente da cooperativa, Valter Pitol, o resultado foi positivo mesmo com todas as adversidades que foram enfrentadas no ano passado.

Além disso, a Copacol realizou investimentos importantes como a conclusão da segunda linha de abate da Unitá, o início das obras do Centro de Distribuição em Corbélia e da nova unidade de recebimento e armazenagem de cereais na comunidade Melissa, junto com as aquisições das unidades de Carajá e Palmitolândia.,

“Conseguimos superar os desafios de 2018, porque trabalhamos juntos. Agradecemos a participação de todos e vamos trabalhar ainda mais forte neste ano para oferecer ainda mais oportunidades de renda e qualidade de vida para os nossos cooperados, colaboradores, parceiros e toda a região”, afirma Pitol.

 

Redação AI/SI
Deixe seu Recado