Guia Gessulli
26-Dez-2018 13:17
Levantamento

Custos de produção de frangos de corte e de suínos têm redução em novembro

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab.

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte caíram pelo segundo mês consecutivo segundo a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (CIAS). O ICPFrango fechou novembro em 218,05 pontos, queda de 2,81% em relação a outubro. Já o ICPSuíno encerrou o penúltimo mês do ano em 222,47 pontos, redução de 2,11% em relação a outubro.

Depois de registrar o valor mais alto do ano em setembro (R$ 2,95), o custo de produção do quilo do frango de corte vivo baixou R$ 0,13, encerrando novembro aos R$ 2,82 no Paraná, calculado a partir dos resultados em aviário tipo climatizado em pressão positiva.

No ano, o ICPFrango acumula 14,20% de alta, chegando a 17,23% nos últimos 12 meses. A nutrição das aves foi o item de custo que mais pesou para a redução no custo de produção, com baixa de 3,02% no mês, embora acumule alta de 11,63% em 2018.

Já o custo de produção por quilo vivo de suíno em Santa Catarina caiu para R$ 3,89 em novembro (o menor valor desde março de 2018), também motivado pela queda nos gastos com a nutrição dos animais (-2,01%). O ICPSuíno ainda acumula alta em 2018, agora de 11,19%. Nos últimos 12 meses, o índice subiu 11,64%.

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado