Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Certificação

Dália pode exportar carne de frango a países de origem muçulmana

Certificação Halal foi emitida no dia 10 de agosto. Frigorífico cumpre com as exigências de abate de animais de acordo com as regras islâmicas

Redação AI
19-Ago-2020 10:48

O frigorífico de frango da Cooperativa Dália Alimentos, localizado em Palmas, cidade de Arroio do Meio, está apto ao abate e à exportação para países de origem muçulmana. O Certificado Halal foi emitido no dia 10 de agosto pela empresa CDIAL HALAL, filial do Grupo CDIAL, referência global em Certificação Halal. A partir de agora, um Certificado Halal será emitido para cada lote produzido apenas se forem cumpridas as normas previamente estabelecidas pela empresa. O documento é aplicado à categoria C, produtos Chicken Meet, e foi assinado pelo vice-presidente da empresa CDIAL HALAL, Ali Ahmad Saifi.

Para iniciar essa modalidade de abate, bem como a exportação dos cortes, é necessário adequar as embalagens com o Selo Halal, cumprir os requisitos da auditoria, ter o abate supervisionado por um auditor muçulmano e capacitar os sangradores, que deverão ser cristãos para executar a técnica adequada de sangria.

A Dália Alimentos deu início ao processo de Certificação Halal ainda na construção do frigorífico, quando o fez dentro das normas de abate Halal, como, por exemplo, a sala de sangria em direção a Meca, na Arábia Saudita, cidade sagrada para os muçulmanos. Já no dia 25 de junho, o Comitê Dália Halal, composto por funcionários que irão disseminar os conceitos a todos os empregados da unidade, foi dado início às capacitações para receber a devida certificação. 

As etapas do curso foram ministradas pelo auditor técnico e supervisor regional da CDIAL HALAL, Said El Moutaqi, marroquino de nacionalidade, que trabalha com abate Halal desde 1992. A Certificação Halal permite que alimentos sejam exportados a países do Oriente Médio e estabelece uma série de requisitos durante o abate e a industrialização do produto, respeitando os conceitos religiosos Halal, importantes para a comunidade muçulmana. A planta frigorífica da Dália Alimentos foi auditada pelo Centro de Divulgação do Islam para América Latina e encontra-se em conformidade com os requisitos estabelecidos pelo Manual de Certificação Halal CHS 3001-1, norma GSO 2055-1 e GSO 993.

A Dália Alimentos é certificada para todo o processo de abate e habilitação da planta e de embarque de cortes de frango para os clientes que exigirem a Certificação Halal. A técnica de abate conhecida como Halal determina que os animais sejam abatidos de acordo com o ritual islâmico (chamado de Zabibah ou Zabiha, que indica que a carne é Halal). Neste ritual, os animais são mortos com um corte em movimento de meia-lua no pescoço, para que não sofram e não liberem enzimas. Halal, segundo o Alcorão (livro sagrado do Islã), é o que é permitido para o consumo. A primeira exportação de carne Halal do Brasil ocorreu em julho de 1975, quando um pool de empresas catarinenses embarcou 650 toneladas para a Arábia Saudita e para o Kuwait.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade