Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Sustentável

De Heus apresenta um dos mais amplos programas de sustentabilidade do setor

O Responsible Feeding é um programa global que realiza uma série de iniciativas locais com base em quatro pilares e a finalidade de contribuir com o produtor rural, colaboradores, fornecedores e com a sociedade em geral, a adotar e implementar medidas para transformar a produção, a sociedade e o mundo mais eficiente e sustentável para as próximas gerações

Redação
01-Jun-2021 08:05 - Atualizado em 01/06/2021 09:59

Maior cuidado com o clima, o meio ambiente e o bem-estar animal fazem parte de um dos mais amplos programas de sustentabilidade já apresentado no agronegócio brasileiro, destacado na última sexta-feira, dia 28 de maio, pela De Heus.

“O Responsible Feeding é um programa global da De Heus de longo prazo, que envolve clientes, fornecedores, colaboradores, a sociedade de forma geral e o meio ambiente, permitindo criar iniciativas sustentáveis em toda a cadeia alimentar que impactamos, além de apoiar os produtores com nossos programas nutricionais”, anunciou o diretor de RH & HSE da De Heus no Brasil, Edmilson Ribeiro.

A empresa, que constantemente investe em pesquisas e estudos, desenvolveu um plano estratégico de ações que vão desde reciclagem de embalagens, passando por uso consciente de água e energia elétrica, até a redução das emissões de gases de efeito estufa. “Responsabilidade social e nutricional são muito importantes para toda a cadeia produtiva. Dessa forma, queremos cada vez mais criar e investir em diferentes ações que reforcem a importância da adoção de práticas sustentáveis, contribuindo assim para o bem-estar da sociedade como um todo e para o futuro do nosso planeta. É um trabalho desafiador, de grande responsabilidade e que temos muito orgulho”.

Uma das medidas implementadas pelo projeto inclui um estudo sobre as principais fontes de gás em suas plantas. De acordo com o levantamento, apenas com as ações já implementadas no ano passado, a De Heus Brasil deixará de gerar 116,62 toneladas de CO2 em 2021. “Para tornar nosso uso de energia mais sustentável, temos investido em iniciativas de conscientização e boas práticas na busca de formas eficientes e inovadoras para reduzir os impactos causados pelas nossas operações em todas as unidades. São pequenas atitudes, mas que geram grandes mudanças”, salientou o executivo.

Os quatro pilares

O Responsible Feeding tem em sua base quatro pilares: Feed for Food, Cadeia de Suprimentos Sustentáveis, Estímulo às Comunidades e Desenvolvimento dos Colaboradores. No pilar Feed for Food, a empresa se compromete em contribuir com o acesso a alimentos seguros e nutricionais, produzidos de forma responsável. Já na Cadeia de Suprimentos Sustentáveis, o foco está na busca pelo uso eficiente dos recursos naturais e pela redução das emissões de gases do efeito estufa na produção e logística de nutrição para animais.

O Estímulo às Comunidades envolve iniciativas para agregar valor econômico e social às comunidades locais. E o quarto pilar, Desenvolvimento dos Colaboradores, estimula ativamente o aprendizado ao longo da vida e capacita os profissionais da empresa a contribuir positivamente para a sociedade.

O Desafio

O compromisso assumido pela companhia em nível global se deu a partir dos desafios que as projeções de crescimento populacional mundial para 2050 trazem, como o aumento de mais de 50% da demanda por alimentos e de quase 70% por alimentos de origem animal – considerando que seremos 9.8 bilhões de pessoas até lá. Além disso, a necessidade de alimentos seguros e saudáveis também continuará a aumentar, explica Ribeiro.

“Para atender à demanda esperada por alimentos seguros e saudáveis nos próximos anos, precisamos que nossas cadeias produtivas de alimentos se tornem mais eficazes e sustentáveis. Além disso, não podemos esquecer o quanto somos privilegiados por estarmos em um país abundante em recursos naturais e com destaque na exportação mundial de alimentos, geração de riqueza e produtividade do agronegócio”, pontua o executivo, que completa “É através de nossas ações, no programa Responsible Feeding, que nos propomos a continuar impulsionando a inovação e o desenvolvimento econômico, melhorar a sustentabilidade das práticas agrícolas e contribuir para o aumento do rendimento em terras improdutivas, reduzir o desmatamento e minimizar os efeitos negativos sobre o clima, o meio ambiente e as comunidades locais. Não só temos orgulho de assumir esse compromisso, como nos sentimos preparados para todos os desafios que a dinâmica e evolutiva produção animal brasileira exigir”.
 
 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade