Roleste
12-Abr-2019 09:15 - Atualizado em 12/04/2019 12:59
TvGessullii

DESTAQUES: Insumos recuam e novo caso de PSC é reportado no Brasil

Resumo semanal das notícias dos portais Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial

Começando pelos insumos, tanto o milho quanto a soja registraram recuo na última semana conforme os dados divulgados pelo Cepea. Na região de Campinas o indicador teve queda de 0,9% entre 29 de março e 5 de abril, fechando a R$ 38,08/saca de 60 kg na sexta-feira, 5. Em março, o Indicador acumulou baixa de 9,2%. No caso da soja o recuo foi menor, de apenas 0,3% fechando a R$ 77,45/saca de 60 kg na sexta-feira, 5

E na avicultura, as exportações de carne de frango somaram 73,7 mil toneladas embarcadas na primeira semana do mês de abril. As remessas enviadas ao mercado externo movimentaram US$ 119,8 milhões no período.

E uma boa notícia, o ministério da agricultura do Egito emitiu em março um decreto que desobriga a inspeção de lotes de frango do abate até a entrega no porto de embarque por veterinários licenciados no país, regra que passa a valer para todos os membros da OIE, entre eles o Brasil. Na prática, a decisão vai diminuir a burocracia e baratear o custo do frango que chega ao Egito, uma vez que a inspeção sanitária era bancada pelos frigoríficos.

Outra notícia importante é que o presidente Jair Bolsonaro participou nesta quarta-feira do jantar promovido pelo Mapa, em parceria com a CNA com objetivo de fortalecer a parcerias comercial entre o agro brasileiro e o mundo islâmico. Numa breve fala, o presidente Jair Bolsonaro agradeceu o convite para participar do jantar e afirmou que “esses laços comerciais cada vez mais se transformem em laços de amizade, de respeito e fraternidade”.

Na suinocultura, as exportações de carne suína in natura somaram 8,5 mil toneladas embarcadas na primeira semana do mês de abril. As remessas enviadas ao mercado externo movimentaram US$ 18,4 milhões no período. O preço pago por tonelada foi 5,2% maior que o praticado em março. 

E uma má notícia para a suinocultura brasileira, o Piauí registrou o primeiro caso de Peste Suína Clássica, que levou à morte de sete leitões menores de três meses. A informação foi confirmada, por meio de nota técnica, pelo Mapa. O caso ocorreu no município de Lagoa do Piauí, fora da zona livre de PSC no país. Com isso, a Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco irá intensificar a fiscalização nas propriedades com suínos em Afrânio, no Sertão de Pernambuco. A cidade pernambucana faz divisa com o estado do Piauí e possui 768 propriedades com suínos. Desde outubro do ano passado, houve a confirmação de 44 focos da doença no Brasil, todos no estado do Ceará que também está fora da zona livre.

E com o avanço da Peste Suína Africana na China, produtores americanos estão pressionando legisladores para que mais agentes de inspeção sanitária sejam mobilizados para trabalhar nos portos norte-americanos, para evitar a entrada da doença no país. Membros do Conselho Nacional de Produtores de Carne Suína se reuniram com deputados e senadores nesta quarta-feira em Washington e pediram a liberação de recursos para a contratação de mais 600 agentes para a Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA.

E a Gessulli Agribusiness comemora em 2019 seus 110 anos e como início das comemorações lançou um selo que será estampado nas capas das revistas e home dos sites, além de outros materiais produzidos pela editora, ao longo de todo este ano. Responsável pela publicação da revista Chacaras e Quintaes, que mais tarde se tornaria a atual Avicultura Industrial, a editora é pioneira no segmento de revistas impressas, feiras de negócios e mídias digitais voltadas ao agronegócio, com foco em produção de aves e suínos.

Esses foram os destaques da Semana, TV Gessulli na cobertura do agro negócio

Redação AI/SI
Deixe seu Recado