Agroceres Multimix
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Índice de Preços da Carne

Em setembro, preços mundiais das carnes de frango e suína registram queda

Segundo relatório divulgado pela FAO, as cotações de ambas as proteínas tiveram baixa no último mês

Redação
14-Out-2021 09:41 - Atualizado em 14/10/2021 11:11

O Índice de Preços da Carne da FAO teve média de 115,5 pontos em setembro, mantendo-se praticamente estável em comparação ao valor revisado de agosto, e 24,1 pontos (26,3%) acima do valor registrado no mesmo mês do ano passado. O índice mede as carnes de bovinos, ovinos, suínos e aves, estabelecendo uma média.

No caso específico da carne de frango, após alta consecutiva de nove meses, os preços registraram queda devido ao aumento de volumes ofertados no mercado mundial. Seguindo o mesmo caminho, os preços mundiais da carne suína também caíram devido à menor demanda de importação da China e à queda na demanda doméstica, especialmente na Europa.

Em relação a carne ovina, com base no relatório divulgado pela FAO, no mês de setembro, os preços internacionais continuaram subindo, impulsionados pela forte demanda global, enquanto a oferta de exportação permaneceu apertada.

Já o aumento do preço da carne bovina não parou, devido a disponibilidade limitada de animais para abate na Oceania e na América do Sul, o que pesou sobre a oferta mundial.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade