Alltech AI
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Inside

Embrapa Agricultura Digital tem novo chefe-geral

Na Embrapa desde 1989, Stanley Oliveira é graduado e mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Campina Grande e doutor em Ciência da Computação pela Universidade de Alberta, no Canadá

Redação
07-Fev-2022 16:23

Stanley Oliveira, pesquisador da área de ciência da computação, assumiu na última terça-feira (1º) a gestão da Embrapa Agricultura Digital (Campinas-SP). Após processo de seleção, ele foi designado pela diretoria-executiva da Empresa para ocupar o cargo de chefe-geral da Unidade para um mandato de dois anos, prorrogável duas vezes pelo mesmo período.

Para os cargos de chefes-adjuntos também foram nomeados Carla Macário, na área de Pesquisa e Desenvolvimento, Vitor Mondo, na Transferência de Tecnologia, e Eduardo Caputi, na área administrativa. O novo gestor substitui a pesquisadora Silvia Massruhá, que esteve à frente do centro de pesquisa desde julho de 2015.

Tecnologias digitais já vêm sendo adotadas em várias escalas e têm papel fundamental para o desenvolvimento da agropecuária brasileira. Para Stanley Oliveira, a agricultura digital tem potencial para ajudar o setor a enfrentar um cenário com grandes desafios, como expandir a produção de alimentos de forma sustentável, atender as demandas também por fibras, água e energia limpa e renovável, e viabilizar sistemas de produção com baixo impacto sobre os recursos naturais, sobre a biodiversidade e com geração de serviços ambientais.

“É preciso aumentar a oferta de serviços digitais de qualidade, com segurança dos dados em todo o território nacional e soluções para gestão e monitoramento da produção animal e vegetal, além da organização de dados em bases estruturadas e confiáveis que possibilitem o desenvolvimento de modelos e aplicações com o uso de inteligência artificial, geotecnologias e internet das coisas”, ressalta.

Segundo o novo chefe-geral, priorizar soluções que amenizem as dores e necessidades reais dos produtores rurais é um fator chave. Ele também destaca a importância da parceria com o setor produtivo para o desenvolvimento de tecnologias que gerem benefícios tangíveis e de impacto para o agricultor e, ainda, o alinhamento com as melhores práticas adotadas pelas corporações, baseadas em critérios sustentáveis como ESG (Ambiental, Social e Governança).

“Vamos identificar demandas junto aos parceiros do ecossistema de inovação em agricultura digital e analisar sua aderência ao VII Plano Diretor da Embrapa. Estas demandas podem ser caracterizadas em soluções disruptivas, integradoras e inteligentes; plataformas digitais com aplicações para a gestão da propriedade, da produção e da comercialização; sistemas de projeções de riscos futuros; e tecnologias para rastreabilidade e certificação”, afirma.

De acordo com chefe-geral, para responder efetivamente a esses desafios será essencial manter a participação ativa da Embrapa Agricultura Digital em arranjos sólidos com a participação do governo, da academia, do setor produtivo e da sociedade civil.

“Essas relações fortalecidas e ampliadas permitirão a inserção e expansão de tecnologias digitais na agropecuária, de maneira transversal, como viabilizadoras de resultados de alto impacto. A inovação aberta está no DNA da Embrapa e essa atuação conjunta permitirá que continue a entregar valor à sociedade”.

Eixos estratégicos

O plano de trabalho da nova chefia da Embrapa Agricultura Digital é baseado em quatro principais eixos. Na gestão estratégica de PD&I, entre outras ações, estão previstos o monitoramento do ciclo de vida de tecnologias digitais, o fortalecimento do Observatório em Agricultura Digital e ainda o fomento a parcerias internacionais.

“Nossa expectativa é intensificar ações de articulação internacional para identificar, no exterior, centros de excelência em áreas de interesse e buscar oportunidades de colaboração e de participação em redes de pesquisa na nossa temática de atuação”, afirma Stanley Oliveira.

Um segundo eixo estratégico é voltado para a transformação digital e a integração com as outras Unidades da Embrapa, incluindo a promoção de programas de mentoria, ligados por exemplo à Plataforma AgroAPI, a criação de oficinas tecnológicas com mentalidade voltada à disrupção, o apoio à governança de dados de pesquisa e o compartilhamento de serviços por meio do data center científico.

O plano também contempla o eixo voltado para a ampliação da visão de inovação aberta e de negócios com o setor produtivo, fortalecendo a participação da Unidade no ecossistema de agricultura digital e a busca por parcerias para o desenvolvimento de soluções tecnológicas; e, por fim, o eixo para a governança, gestão e inovação organizacional, com destaque para o desenvolvimento institucional e de competências.

Perfil

Na Embrapa desde 1989, Stanley Oliveira é graduado e mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Campina Grande e doutor em Ciência da Computação pela Universidade de Alberta, no Canadá. Tem atuação nas linhas de pesquisa em mineração de dados, machine learning, big data e analytics, banco de dados e sistemas de suporte à decisão. 

Possui experiência gerencial, tendo ocupado anteriormente os cargos de chefe-adjunto de Administração (2009-2015) e de chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento (2018-2021). Stanley também é professor pleno do programa de pós-graduação da Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e pesquisador colaborador do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica, na mesma universidade.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade