Eurotec
08-Nov-2019 08:57 - Atualizado em 08/11/2019 10:24
Disponible en español
Sanidade

Equador é declarado livre de Influenza Aviária de alta Patogenicidade

No Equador, há uma média de 1.900 granjas avícolas de produção em pequena, média e grande escala

A Corporação Nacional de Avicultores do Equador (Conave) e a Agência de Regulação e Controle Fitossanitário do Equador (Agrocalidad) informaram nesta semana que o país foi declarado livre de influenza aviária de alta patogenicidade pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE).

De acordo com a nota divulgada pela Conave, graças ao gerenciamento e trabalho da Agrocalidad, e ao compromisso do setor avícola, liderado pelo órgão, foi possível que o Equador se autodeclarasse livre de influenza aviária de alta patogenicidade, perante a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Uma ação importante para o desenvolvimento da indústria avícola no país.

A Agrocalidad ficou encarregada da conformidade com a análise diagnóstica em laboratório, os projetos de amostragem de campo para estudos de vigilância ativa e passiva e as medidas que avaliam a condição sanitária no trabalho das granjas de aves, acrescentando que estudos complementares em vida selvagem e controles nas fronteiras impedem a entrada da doença, que não ocorreu no país.

Para o Conav, é importante trabalhar de mãos dadas com instituições públicas que permitam a regulamentação da produção avícola, mas também para que a indústria cumpra com os padrões internacionais de qualidade em favor da promoção dessa indústria.

“É uma grande conquista para o setor avícola ser declarado livre da gripe aviária de alta patogenicidade. Continuaremos trabalhando para o desenvolvimento dessa indústria no Equador.” Afirmou a nota da Conave

 

Redação
Deixe seu Recado