Guia Gessulli
21-Nov-2018 18:00 - Atualizado em 22/11/2018 08:47
Mercado

Exportações para o México devem crescer já em 2019, afirma entidade

A habilitação de 26 novos estabelecimentos para exportação de carne de frango, confirmada pelo Mapa, foi comemorada pelo setor

A habilitação de 26 novos estabelecimentos para exportação de carne de frango, confirmada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta semana, foi comemorada pelo setor. A medida representa aumento de 130% no número de plantas brasileiras agora aptas a exportar carne de aves àquele destino, que chega ao total de 46.

As plantas habilitadas são do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, das empresas Coasul, Copacol, Somave, Bello Alimentos, GT Foods, Aurora Alimentos, Frangos Granjeiro, Frangos Pioneiro, Jagua Frangos, Seara, BRF, Nova Araça, Agrosul, Nutriza, São Salvador, Pif Paf, Dip Frangos, Safrio e Vapza.

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), entre janeiro e outubro deste ano, o México importou 95,5 mil toneladas, volume 8% superior às 88,5 mil toneladas embarcadas no mesmo período de 2017. O presidente da entidade, Francisco Turra, comemorou a decisão e afirmou que a medida gera boas expectativas de que o México também abra seu mercado à carne suína brasileira.

Redação AI
Deixe seu Recado