AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Santa Catarina

Fapesc seleciona pesquisadores para disputar prêmio nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

As ICTIs devem selecionar seus representantes até 15 de julho e inscrever os candidatos à seleção estadual diretamente na plataforma Fapesc até 12 de agosto

Redação, com informações SC
13-Jun-2022 08:53

Uma chamada pública convida Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIs) de Santa Catarina a indicarem pesquisadores e jornalistas que contribuíram para o desenvolvimento nacional. Os candidatos selecionados no estado vão concorrer ao Prêmio Confap de Ciência, Tecnologia & Inovação – “Professora Odete Fátima Machado da Silveira”, que distribuirá R$114 mil em prêmios. 

As ICTIs devem selecionar seus representantes até 15 de julho e inscrever os candidatos à seleção estadual diretamente na plataforma Fapesc até 12 de agosto. 

É a segunda edição do prêmio do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), que congrega 26 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Faps). Será concedido a pesquisadores(as) que se destacaram em pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, cujos resultados geraram conhecimento e beneficiaram, direta ou indiretamente, o desenvolvimento e o bem-estar da população brasileira. O prêmio também reconhecerá a atuação de profissionais de comunicação que, por meio do jornalismo científico, contribuíram para a aproximação entre a CT&I e a sociedade brasileira. 

A premiação é dividida em três categorias: Pesquisador(a) Destaque, com as subcategorias Ciências da Vida (Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Ciências da Saúde); Ciências Exatas (Ciências Exatas e da Terra, Engenharias, Tecnologia); e Ciências Humanas (Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Artes, Letras e Linguística); Pesquisador(a) Inovador(a), com as subcategorias Inovação para o Setor Empresarial; e Inovação para o Setor Público; e Profissional de Comunicação.

Com o objetivo de buscar equilíbrio entre os estados, o prêmio está dividido em duas etapas: Estadual e Nacional. A etapa estadual ficará sob a responsabilidade de cada uma das 26 Faps associadas – atualmente, apenas o estado de Roraima não possui uma fundação. Cada Fap elabora critérios, procedimentos, cronogramas, eventos ou premiações próprias para selecionar e indicar os concorrentes em cada categoria/subcategoria para a Etapa Nacional. 

Etapa estadual

O edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) prevê que as submissões devem ser feitas pelas ICTIs do estado, que deverão selecionar os candidatos através de critérios próprios e isonômicos – edital Interno, processo seletivo, entre outros – de forma ampla e com critérios que contemplem a chamada pública, até 15 de julho. Os candidatos selecionados devem ser inscritos, posteriormente, na plataforma da Fapesc até 12 de agosto. 

“O prêmio é uma oportunidade importante para mostrarmos a relevância dos pesquisadores e inovadores brasileiros”, afirmou o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen. “Esse reconhecimento é fundamental para motivar nossos talentos e incentivar os jovens a ingressarem no ambiente da ciência, pesquisa e inovação. Santa Catarina, no ano passado, teve a felicidade de ser premiada em algumas categorias e queremos repetir a dose neste ano.”

Santa Catarina conquistou o primeiro lugar na categoria Profissional de Comunicação com Eonir Teresinha Malgaresi, jornalista da Epagri; o segundo lugar na categoria Pesquisador Destaque – Ciências Exatas e da Terra, com Aloisio Nelmo Klein, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e o terceiro lugar na categoria Pesquisador Destaque – Ciências da Vida, com o professor da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Felipe Dal Pizzol.

Homenagem 

Em cada edição, o Prêmio Confap de CT&I recebe o nome em homenagem a um pesquisador ou pesquisadora com relevantes contribuições ao setor. Nesta segunda edição, a homenageada é a professora e pesquisadora Odete Fátima Machado da Silveira (em memória, 1953-2013).

Odete Silveira era natural da cidade de Caxias do Sul (RS). Graduada em Geologia, Mestre e Doutora em Geologia e Geoquímica pela Universidade Federal do Pará (Ufpa), foi uma das primeiras mulheres a embarcar em um navio da Marinha para cruzeiro oceanográfico e em um cruzeiro científico para o Alaska, e uma das primeiras especialistas em Geologia e Geofísica Marinha do Brasil. 

Pioneira nos estudos geológicos e geofísicos na costa do Amapá, teve importante contribuição e representou a região Norte em comitês científicos no Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e no Ministério do Meio Ambiente (MMA). Ao longo de sua extensa trajetória acadêmica e científica, foi pesquisadora do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), professora na Faculdade de Oceanografia do Instituto de Geociências da Ufpa e professora colaboradora no Curso de Mestrado em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Amapá (Uinifap). 

Por suas importantes contribuições à oceanografia brasileira, foi agraciada pela Marinha do Brasil com a medalha “Amigo da Marinha”, em 2011, e com a medalha da “Ordem do Mérito Naval”, em 2012. 

Boas práticas

O Conselho também lançou o Prêmio Confap de Boas Práticas em Fomento à Ciência, Tecnologia & Inovação. Premiará cases de boas práticas das FAPs. O objetivo é reconhecer ações e procedimentos criativos, diferenciados, inovadores, eficientes e eficazes no fomento ao desenvolvimento e execução da Política Nacional de CT&I e, que por consequência, tenham potencializado a interação entre academia, setor produtivo, governo e sociedade e elevado a qualidade e/ou a quantidade de pesquisas científicas apoiadas pela FAP. Em 2022 o prêmio contará com duas categorias: Desenvolvimento do Ecossistema de CT&I e Gestão e Desenvolvimento Organizacional. 

Com informações do Confap

Clique aqui para acessar o edital 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade