Yamasa
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Saúde

Globobiotech produz ovos embrionados para a produção de vacinas no Butantan

Ovos são produzidos nas cidades de Itirapina e São Carlos e são utilizados na fabricação de diversas vacinas para o uso humano e também veterinário

Redação AI com informações primeira página
15-Fev-2021 10:19

yamasa, ovos férteis, globobiotech,
Equipamentos Yamasa
Nas granjas de Itirapina e São Carlos, dentro dos mais altos padrões de controle de qualidade, nascem as aves, as quais põem os ovos fertilizados. Depois os ovos seguem para o Incubatório de São Carlos, na Globobiotech, empresa constituída pela Globoaves, uma das maiores produtoras de ovos férteis e aves do Brasil, com domínio da tecnologia de produção de ovos embrionados, insumo fundamental para a produção de vacinas para uso humano e veterinário.

As informações foram repassadas pela área de Marketing da Globoaves/ Globobiotech, com sede administrativa em Cascavel (PR), atendendo prontamente a solicitação da reportagem.  Questionada sob a possibilidade do uso dos ovos férteis para a fabricação da vacina contra a Covid-19, a empresa foi comedida ao informar: “testes podem estar ocorrendo, porém seremos comunicados sobre isto somente se for possível e viável ao instituto”.

O desafio de desenvolver todo o sistema para o fornecimento de ovos embrionados destinados à produção de vacinas teve início em 2007, com a parceria da Globobiotech e do Instituto Butantan, uma das mais respeitadas instituições de pesquisa e produção de soros e vacinas do Brasil.

AveSui2021_dentro

Outro passo importante da Globobiotech foi a parceria estabelecida com a conceituada empresa norte-americana Charles River para a importação de Ovos SPF – Ovos Livres de Patógenos Específicos, empregados, entre outras utilizações, no processo de desenvolvimento dos bancos cepas de vírus Influenza (gripe) do Instituto Butantan, fundamentais as adaptações necessárias para o processo produtivo da vacina.  Os ovos também são utilizados para a fabricação das vacinas contra a febre amarela e diversas vacinas veterinárias.

O processo demandou conhecer outras experiências similares consagradas em países europeus, abrangendo desde a escolha da genética das matrizes à entrega regular de mais de 520 mil ovos embrionados por dia, durante o período da produção da vacina trivalente contra a gripe humana.

Só para ter uma ideia, as granjas estão implantadas em áreas isoladas, cercadas por barreiras sanitárias naturais de reflorestamento, com rigoroso controle de acesso, restrito aos colaboradores e um rígido protocolo sanitário. E as aves são alimentadas com ração de formulação exclusiva, produzida pela própria Globobiotech, composta por nutrientes de origem vegetal que garantem excelente qualidade de vida, saúde e produção das aves.

empresas, fotos atualizadas ,
Empresas
Modernas máquinas classificam os ovos por tamanho e peso. Somente os que atendem ao padrão de qualidade Globobiotech seguem para as bandejas, em que são submetidos a uma nova inspeção visual realizada por experientes operadores para serem liberados para a etapa de incubação.

AveSui2021_dentro

Todo processo de incubação é realizado em equipamento de última geração, monitorado por sistemas e operadores altamente treinados, garantindo o correto crescimento do embrião até o momento de sua transferência para o Instituto Butantan. Os ovos passam também por um processo de ovoscopia, para classificar e destinar somente os embriões viáveis para a produção de vacina.

Os caminhões são verdadeiras incubadoras sobre rodas. Desenvolvidos com exclusividade para a Globobiotech, os veículos possuem equipamentos para o controle de temperatura, umidade e taxas de CO², além de terem sistema de suspensão especial para evitar qualquer dano aos embriões e possíveis trincas dos ovos.

Chegando ao Butantan, os veículos são deslacrados e após inspeção pelos técnicos do instituto são transferidos para a fábrica de vacinas. São essas ações que caracterizam o compromisso da Globobiotech com a tecnologia, a ciência e a inovação a serviço da saúde.

O instituto recebe amostra dos três tipos de vírus que são usados na fabricação da vacina: influenza tipo A, H1N1 e H3N2, e do tipo B. Na primeira etapa, uma máquina injeta em cada ovo o vírus da gripe ainda vivo. Em seguida, o ovo é colocado em incubação por um período de 60 a 72 horas. Nesse tempo, o vírus consegue se multiplicar quase 10 milhões de vezes.

O material extraído do ovo, depois dessas etapas, passa por um processo de segmentação e todos os vírus são mortos. De cada ovo podem sair até três doses de vacina e cada um deles recebe até um tipo de vírus influenza. Portanto, quando a pessoa toma a vacina, é como se o organismo estivesse sendo atacado com o vírus. O objetivo é fazer com que o corpo conheça o inimigo enfraquecido e que consiga enfrentar a ameaça se ela aparecer de verdade.

AveSui2021_dentro

 

Confira a entrevista com Roberto Kaefer, CEO da Globobiotech

 

Assuntos do Momento

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021
23 de Fevereiro de 2021
Live

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021

Neivor Canton irá explicar o projeto de crescimento da avicultura da cooperativa em 20%, destacando ainda a expectativa de ampliar os embarques de frango e carne suína para a China em live às 10 horas no canal TV Gessulli

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE
24 de Fevereiro de 2021
Europa

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE

Cerca de 5 milhões de aves já foram abatidas na Polônia, o maior produtor de aves da União Europeia, mostraram os dados da inspetoria veterinária local.

AveSui2021_dentro
VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%
24 de Fevereiro de 2021
Crescimento

VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%

A estimativa do Ministério da Agricultura indica que o Valor Bruto da Produção na pecuária crescerá 5,1% neste ano, puxado por setores como frango, carne bovina e leite

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO
25 de Fevereiro de 2021
Mercado

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO

Fundada há mais de quarenta anos, a empresa tem uma capacidade diária de abate de aproximadamente 520 mil aves e vende para mais de 23 mil clientes por mês no Brasil e em 38 países

 

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho
25 de Fevereiro de 2021
Dicas Técnicas

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho

Por Scott Jordan, especialista em Incubação e Serviços Técnicos da Cobb-Vantress

Copacol  atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia
25 de Fevereiro de 2021
Cooperativa

Copacol atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia

O volume acumulado em praticamente 39 anos do início das operações da estrutura industrial demonstra o crescimento contínuo da avicultura na Cooperativa

Mais assuntos do momento