Alltech AI
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Expansão

Grupo XWR, de aves especiais, compra maior produtora de codornas do Brasil

Grupo já controla a Villa Germania, única exportadora brasileira de carne de pato

Redação com informações de Valor Econômico
21-Jan-2022 08:41

O grupo XWR Investimentos fechou nesta semana a aquisição da Good Alimentos, de Coronel Freitas (SC), maior produtora de codornas do país. A holding já é a controladora da também catarinense Villa Germania Alimentos, única exportadora brasileira de carne de pato e sexta maior exportadora de patos inteiros do mundo. O valor do negócio não foi informado.

Com o acordo, o grupo assumirá 76% do capital total da Good Alimentos, que atua na produção de codornas desde as matrizes até a incubação, cria e abate, em uma unidade integrada distribuída em uma área de 360 mil metros quadrados. Dona da marca Codornas do Chef, a companhia tem capacidade instalada para produzir 20 mil codornas por dia.

Em comunicado, o grupo disse que a aquisição reforça sua estratégia de construir um portfólio de referência em proteínas gourmet. A Villa Germania, fundada em 1996 em Indaial (SC), encerrou o ano passado com um faturamento de R$ 150 milhões, o que representou um crescimento de quase 100% em relação a 2020.

“Queremos transformar a Good Alimentos em uma nova Villa Germania, já existe muito potencial nos mercados interno e externo. No Oriente Médio, por exemplo, onde já somos referência em carne de pato, há grande potencial de expansão das vendas”, disse, em nota, Marcondes Moser, vice-presidente de operações da Villa Germania.

O escritório Carpena Advogados ficou responsável pela estruturação do acordo. Os fundadores Good Alimentos passarão a deter 24% do capital da companhia.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade