AveSui
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Colheita de Grãos

IBGE reduz estimativa para a colheita de grãos em 2021 para 250,9 milhões de toneladas

Por causa de problemas climáticos, queda em relação ao volume do ano passado é de 1,3%

Redação com informações de Valor
07-Out-2021 10:16

A colheita brasileira de grãos deste ano, que está em fase final, deverá atingir 250,9 milhões de toneladas, 1,3% menos que em 2020, segundo o novo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na manhã desta quinta-feira. Na comparação com previsão divulgada no mês passado, a estimativa é 0,3% inferior.

Ao detalhar os cálculos, o IBGE informou que, ante safra de 2020, houve crescimento de 10,3% na produção de soja, para 134 milhões de toneladas - um novo recorde - e
recuo de 16,4% no caso do milho, para 86,3 milhões de toneladas. Para o arroz, a estimativa é de 11,5 milhões de toneladas, alta de 4,4%, e para o algodão herbáceo é de 5,9 milhões de toneladas, queda de 17,5%.

Soja, milho e arroz representam, juntos, 92,4% da produção brasileira de grãos e ocupam 87,7% da área colhida. A nova LSPA confirma que, no total, a área chega a 68,3 milhões de hectares em 2021, com alta de 4,4% frente a 2020.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade