Vale
12-Set-2017 16:27
Mercado Externo

Indústrias americanas querem aumentar velocidade nas linhas de produção de frango

Se aprovado, pedido impulsionará a produção para 175 aves por minuto, contra o limite atual de 140 aves

O Conselho Nacional do Frango (NCC na sigla em inglês), órgão representante dos criadores avícolas norte-americanos, solicitou autorização do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) para aumentar em 25% a velocidade de suas linhas de produção, acompanhando assim a crescente demanda interna e externa pela proteína. Se aprovado, o pedido aumentaria a produção de processamento das indústrias para 175 aves ou mais por minuto, acima do limite atual de 140 aves.

Grupos de defesa do consumidor e sindicatos alertam que o aumento de velocidade no processamento de aves vai elevar o risco de lesões e cortes de funcionários, além de interferir no controle sanitário do produto.

A petição foi protocolada em um momento de crescimento de empresas como a Tyson Foods e Sanderson Farms, que planejam construir novos frigoríficos com capacidade de processamento acima de 1 milhão de aves por semana cada.

O consumo per capita de carne de frango nos EUA deve alcançar um recorde de 41,4 quilos neste ano, e a indústria deve processar cerca de 18,6 milhões de toneladas do produto. O Conselho Nacional de Frango acredita que a maior eficiência de empresas produtoras ajudará a reconquistar um mercado que foi perdido para concorrentes, entre eles o Brasil. Com informações da IstoÉ. 

Redação
Deixe seu Recado