Banner AI - Cobb
06-Nov-2020 11:29
Projeto social

Instituto BRF amplia parceria com Gastromotiva

Companhia já forneceu mais de 3 ton de alimentos e quer servir mais de 100 mil refeições até o final do próximo ano

A BRF, por meio do seu Instituto BRF, ampliou a parceria com a Gastromotiva, organização que promove a inclusão por meio da gastronomia social. Para essa nova etapa iniciada em novembro, a atuação da empresa, que já acontece na cidade do Rio de Janeiro, está sendo expandida para outras três capitais: Curitiba, São Paulo e Salvador.

A contribuição da BRF contempla atualmente a entrega das proteínas que complementam os pratos produzidos no projeto Refettorio Gastromotiva, um espaço que funciona como restaurante-escola onde, diariamente, chefs preparam marmitas que serão distribuídas para pessoas em situação de insegurança alimentar. A próxima fase abarca a expansão para o projeto Cozinhas Solidárias e tem duração prevista de 14 meses. Criado no contexto da COVID-19, a parceria para o projeto tem como objetivo servir 101.400 refeições até o final de 2021 e formar novos cozinheiros que contribuem com suas comunidades.

Além de levar saúde e nutrição para milhares de pessoas, a Gastromotiva beneficia a economia local, ativando diversos serviços indiretos na comunidade, como motoristas, que distribuem as refeições, auxiliares de cozinha, entre outros. O Instituto BRF passa a patrocinar e apoiar também a formação dos chefs, investindo em ferramentas digitais que viabilizam a capacitação técnica e o treinamento do cozinheiro solidário, além de disseminar a metodologia educacional de forma remota. Já são mais de 5 mil alunos formados e capacitados para o mercado de trabalho.

“Por meio do nosso apoio, conseguimos contribuir com vários aspectos da sociedade, como capacitação profissional, geração de renda, além do objetivo maior e mais gratificante, que é possibilitar a entrega de refeições para pessoas em situação de vulnerabilidade. Somos reconhecidos globalmente por fornecer proteína animal com segurança e alta qualidade para o mundo inteiro e, termos a possibilidade de proporcionar um dos direitos básicos, que é a alimentação, mostra como podemos fazer a nossa parte pelo todo”, destaca Grazielle Parenti, diretora do Instituto BRF.

Redação
Deixe seu Recado