Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Projeto

Instituto BRF reforça parcerias com foco em educação para combater o desperdício de alimentos

Projetos englobam produção científica, desenvolvimento de conhecimentos, ações de cultura e engajamento

Redação
29-Set-2021 09:49

Para marcar o Dia Internacional de Conscientização sobre Perda e Desperdício de Alimentos, que acontece nesta quarta-feira (29/09), o Instituto BRF (IBRF), associação que direciona de forma estratégica os investimentos sociais da Companhia, reforça suas diversas iniciativas focadas na educação e inovação para contribuir com essa causa. Com a frente “Alimento que Transforma”, o Instituto apoia cinco grandes projetos realizados nas principais regiões do País que contam com a parceria de organizações, como a Fundação José Egydio Setúbal, Gastromotiva, Prosas e Quintessa, Comida Invisível e Sesc.

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO/ONU), 17% de todos os alimentos disponíveis para consumo são desperdiçados no mundo. Em nível global per capita, 121 quilos de alimentos são perdidos a cada ano.

“Preocupados com esse cenário e em linha com os compromissos ESG da BRF, iniciamos parcerias com a premissa de gerar conhecimento e promover conscientização em prol da redução do desperdício, de forma a contribuir para o desenvolvimento social e o combate à fome”, comenta Bárbara Azevedo, gerente do Instituto BRF.

Os projetos abordam a educação sob diferentes perspectivas que incluem a produção científica, incentivo à inovação, desenvolvimento de conhecimentos e habilidades e ações de cultura e engajamento de públicos-chave.

Um deles é o apoio ao Núcleo de Pesquisa em Filantropia, da Fundação José Egydio Setúbal (FJLES), que fomenta a pesquisa científica em torno das causas do desperdício e busca soluções no tema dentro do âmbito do investimento social. O objetivo da pesquisa, que considera os diferentes agentes envolvidos na cadeia produtiva de alimentos, é sistematizar, analisar e relacionar as principais causas do desperdício no Brasil. Dessa forma, é possível contribuir para o esclarecimento e aprimoramento de ações de inovação social, tendo em vista a superação dos desafios da fome e da vulnerabilidade social no Brasil e no mundo.

Em outra frente, o Instituto BRF trabalha em parceria com a Gastromotiva, uma organização sem fins lucrativos que promove o projeto Cozinha Solidária. Além de incentivar o uso do alimento como ferramenta de transformação social e oferecer refeições para quem tem fome, a iniciativa reforça a importância do combate ao desperdício de comida e proporciona formação profissional, educação alimentar e nutricional, promovendo o empreendedorismo e a geração de renda. Com o apoio do Instituto BRF, são mantidas as operações de doze cozinhas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador, além da doação mensal de 5 toneladas de proteínas que abastecem 36 Cozinhas nas quatro cidades. Até o final deste ano, a expectativa é doar mais de 150 mil refeições.

Junto com as organizações Prosas e Quintessa, o IBRF desenvolveu o projeto Ecco Comunidades, com o objetivo de apoiar soluções inovadoras que atuam na redução de perdas e desperdícios de alimentos em municípios onde a BRF está presente, como Dourados (MS), Lucas do Rio Verde (MT), Nova Mutum (MT), Rio Verde (GO) e Uberlândia (MG). A iniciativa será dividida em duas fases: aceleração e investimento de até R$ 90mil em startups com soluções para atuar nos desafios de Perdas e Desperdícios de Alimentos e fortalecimento de OSCs locais (organizações da sociedade civil) para que possam acompanhar e apoiar o desenvolvimento dos projetos, trazendo legitimidade e articulação local.

Em agosto, o IBRF passou a patrocinar a plataforma Comida Invisível, que conecta pessoas e empresas que têm alimentos para doar com organizações que recebem esses alimentos, ampliando o impacto positivo em prol da redução do desperdício de alimentos. A parceria se estende ainda ao lançamento da plataforma Comida Invisível Educa, a parte educacional do projeto. Sintonizando estratégia e propósito, o Instituto BRF desenvolverá os primeiros treinamentos de Boas Práticas de Alimentação voltados para as organizações e os restaurantes que realizam doações por meio da plataforma. Esse ambiente fica disponível a 100% das organizações que acessam o ambiente virtual do Comida Invisível e conta com uma série de cursos, receitas, informações e dicas de redução de desperdício.

Outra iniciativa importante apoiada pelo Instituto é o Mesa Brasil, realizado pelo Sesc. Há 5 anos, o IBRF faz doações de alimentos que, por meio do programa, são repassadas para instituições sociais de diversas regiões do País. O programa também contempla um trabalho de educação com organizações sociais sobre tema desperdício e uso integral de alimentos.

“Acreditamos e reforçamos o poder que o alimento tem como ferramenta de transformação social. Por meio de uma alimentação sustentável, diversa, rica e equilibrada, conseguimos reduzir desigualdades, gerar oportunidades e melhorar a vida das pessoas”, conclui Bárbara.

 

 

 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade